Carregando...

Alerta!

logo Afinal, o que é glutén? - Bianca Alves - Colunistas - AN Notícias Afinal, o que é glutén? - Bianca Alves - Colunistas - AN Notícias

Apucarana, 19 de Setembro de 2018

SAIBA MAIS

Semana do Trânsito - Dia da Escola Bíblica - Dia do Ortopedista - Dia de São Januário - Dia do Comprador -
Escolha um colunista:
Bianca Alves
Nutricionista Esportiva
Formada pela Unifil de Londrina; Pós-graduada em Nutrição aplicada ao exercício e ao esporte; Atendimentos pelo Cisvir de Apucarana.
Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, pois o Site e Jornal Apucarana Notícias pode não comungar com as mesmas ideias.
21/02/2018 02h18

Afinal, o que é glutén?Não é sempre o vilão da história

Afinal, o que é glutén?
          O glúten é a combinação de dois grupos de proteínas a gliadina e a glutenina que são encontradas no trigo, cevada e centeio (mais precisamente no endorperma dos grãos). Na aveia ele não se encontra mas, como é produzido no mesmo solo, então acaba se “contaminando” devendo ser evitado a pessoas celíacas.
O gluten é formado ao misturar a farinha com a água, é nesse momento onde as proteínas gliadina e glutenina se aglomeram, formando uma massa fribosa, deixando a massa mais elástica, com uma textura mais macia e também ajuda no crescimentos de pães e bolos.
          A ingestão de alimentos com esses cereais faz mal para quem tem intolerância e alergia ao glúten, como os doentes celíacos, pois eles possuem uma deficiência na digestão dessa proteína e, por isso, quando consomem ficam com sintomas como diarreia, dor e inchaço abdominal, entre outros.
Os alimentos que contêm glúten são todos aqueles que podem ser feitos com trigo, cevada ou centeio como bolachas, bolos, biscoitos, pães, torradas, cervejas e qualquer massa que leve farinha de trigo, como a massa de pizza e o macarrão, por exemplo.
         A população costuma associar a retirada do glúten da alimentação com a perda de peso, como se ele fosse um    grande “vilão” da história. Em geral, a alimentação tem muitos alimentos com trigo, o que faz com que o glúten seja consumido em grandes quantidades, e por isso alguns indivíduos referem melhoras na saúde, especialmente na regulação do intestino, quando reduzem o consumo desse nutriente. Além disso, bebidas como cerveja e whisky também contêm glúten, pois são feitas a partir do malte de cevada.
          Portanto quando na realidade o indivíduo está comendo em excesso, não sendo necessário excluí-lo da dieta e sim apenas maneirar na quantidade que o seu organismo aceita!

Galeria de Imagens