Carregando...

Alerta!

logo NÃO  LEIA  BONS  LIVROS - Cláudio Silva - Colunistas - AN Notícias NÃO LEIA BONS LIVROS - Cláudio Silva - Colunistas - AN Notícias

Apucarana, 03 de Agosto de 2020

SAIBA MAIS

Escolha um colunista:
Cláudio Silva
Educação
Ex-secretário de Educação em Apucarana e ex-presidente da UNDIME-PR. É proprietário da Escola Nossa Senhora da Alegria e Colunista do AN Notícias e Jornal Apucarana Notícias.
Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, pois o Site e Jornal Apucarana Notícias pode não comungar com as mesmas ideias.
22/05/2011 11h50

NÃO LEIA BONS LIVROSEducar-se para a seletividade.

NÃO  LEIA  BONS  LIVROS

                                                                      * Por  Cláudio Silva

Um aspecto importante da educação é o desenvolvimento do senso de seletividade. É questão de sabedoria.

 Lembro-me que durante o mestrado a recomendação mais ouvida dos orientadores era “delimite”. Porque, se não o fizéssemos, poderíamos abranger uma infinidade de assuntos e perder a objetividade.

E na condução da vida não é diferente. A sensação, sempre, é a de que não temos mais tempo suficiente para dar conta dos compromissos. E na vida  moderna  não  temos  mesmo. Daí a importância de desenvolver o senso de prioridade. Aprender a priorizar o que é urgente, essencial. Aliás, é o filósofo Aristóteles quem exorta sobre a importância de se buscar a essência.  Ele desenvolve uma série de observações sobre como agir “sempre que duas coisas se assemelhem muito entre si”.  Assim, é importante saber comparar situações e dar prioridade para o que é mais importante. Eu não vou conseguir em vida ler todos os livros que desejo. Foco nos que são absolutamente fundamentais. A literatura universal produziu obras consideradas imortais. Pessoalmente, não gostaria de terminar meus dias sem ter apreciado pelo menos boa parte delas.  Igualmente nas artes como o cinema, a música, o teatro e a pintura.  E o que dizer das opções oferecidas pela TV e a internet? Priorize o que de melhor já se produziu ou está sendo produzido.

Uma máxima que ouvi de um dos maiores intelectuais com o qual tive a felicidade de conviver, meu grande amigo Pe.  Joãozinho, volta-me  com frequência  à  mente:  “NÃO  LEIA  BONS  LIVROS”.  Parece soar estranho, não é mesmo?

Mas hoje, passados tantos anos, sinto na pele a importância desse conselho tão sábio. Ele  exortava:

- Você não terá tempo suficiente para apreciar todas as boas obras existentes. Portanto, não o desperdice lendo bons livros, leia os ótimos. O mesmo aplique a jornais, revistas e outras opções de leitura ou entretenimento. Reserve o seu tempo, tão precioso, e ao mesmo tempo tão escasso, para o que há de melhor dentre as opções existentes. Para o que efetivamente irá agregar qualidade aos seus conhecimentos e consequentemente à sua vida. Há muita “água com açúcar” disponível, dizia ele.  Seja esperto, porque o tempo não para e a vida não espera. Seja  seletivo.

Lições de ouro, que guardo comigo há muitos anos e me orientam a vida!

 

Um abraço e uma boa semana!

                                                    18 de maio de 2015

(ANOTE ABAIXO A SUA MENSAGEM)
*Cláudio Silva é mestre em Educação, ex- presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação-UNDIME/PR, ex- Secretário de Educação de Apucarana,PR e Diretor da Escola Nossa Senhora da Alegria. (mais textos do professor no site Prof. Cláudio Silva Educacional)

Ficha Técnica:Estrutura: Jornalista Cláudia Alenkire Gonçalves da Silva – MTE 000 9817 /PR Revisão:  Psicóloga Mestranda USP Cláudia Yaísa Gonçalves da Silva.

Referência bibliográfica:

·        ARISTÓTELES. Tópicos; Dos argumentos  sofísticos. 4º. Ed. São Paulo: Nova Cultural, 1991.


Galeria de Imagens

NÃO  LEIA  BONS  LIVROS