Carregando...

Alerta!

logo Alcides Ramos JR (DEM) é condenado a prisão em regime semiaberto pela Justiça de Apucarana - Notícias - AN Notícias Alcides Ramos JR (DEM) é condenado a prisão em regime semiaberto pela Justiça de Apucarana - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 12 de Dezembro de 2018

SAIBA MAIS

Aniversário de Belo Horizonte - Dia da Bíblia - Dia de Nossa Senhora de Guadalupe Dia de Santa Dionísia -
15/02/2018 11h48

Alcides Ramos JR (DEM) é condenado a prisão em regime semiaberto pela Justiça de ApucaranaEx-presidente da Câmara de Apucarana pega 4 anos, sete meses e vinte cinco dias em regime semiaberto

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
A batata do ex-presidente da Câmara Municipal de Apucarana, assou literalmente na Justiça de Apucarana após a decisão do Juiz da 1ª vara criminal de Apucarana, Oswaldo Soares Neto, em condenar em regime semiaberto por 04 anos, sete meses e vinte cinco dias o ex-presidente da Câmara, Alcides Ramos JR (DEM), acusado pela promotoria do Patrimônio Público de desviar dinheiro da Câmara de Apucarana, e rachar salários com outros comissionados nomeados por ele quando presidente do poder legislativo local em 2012.
 
Alcides chegou a ficar preso na PEL 2 em Londrina por mais de cem dias, e agora deve voltar para a cadeia, mas somente passar as noites na prisão, conforme rege a lei criminal. Esquecido politicamente pelo seu grupo, o ex-vereador que tinha uma carreira brilhante, acabou montando um esquema na Câmara que trouxe à tona várias irregularidades, após a Promotoria de Eduardo Cabrini o investigar e conseguir suas condenações.
 
Alcides Ramos JR foi visto recentemente numa solenidade na Prefeitura de Arapongas, com o Prefeito Sérgio Onofre (PSC), porém em Apucarana, o ex-presidente da Câmara evita os holofotes, e sua defesa deve recorrer da sentença publicada na semana passada em Apucarana. Está é a segunda condenação de Alcides Ramos JR. Na primeira condenação o Juiz José Roberto Silvério da 2ª Vara Criminal de Apucarana condenou em 08/07/16, o vereador e ex-presidente da Câmara de Apucarana, Alcides Ramos Junior, a uma pena de 23 anos, 07 meses, 22 dias de reclusão em regime fechado e 112 dias multa, e perca do cargo público.  A sentença também cabe recurso e segue no TJ do PR. 
Fonte: AN Notícias

Galeria de Imagens