Carregando...

Alerta!

logo Câmara aprova 15 cadeiras e advogados dizem que vão derrubar projeto polêmico na Justiça - Notícias - AN Notícias Câmara aprova 15 cadeiras e advogados dizem que vão derrubar projeto polêmico na Justiça - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 03 de Dezembro de 2020

SAIBA MAIS

Dia do Deficiente Físico - Dia de São Francisco Xavier e Dia dos Trabalhadores de Minas de Carvão -
29/09/2015 12h30

Câmara aprova 15 cadeiras e advogados dizem que vão derrubar projeto polêmico na JustiçaMarcos Dias e Danilo Alves dizem que projeto está errado e que vereadores queriam 19 cadeiras

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
A Câmara de Apucarana aprovou na tarde desta segunda-feira (28), a alteração da Lei Orgânica de Apucarana que mexe no número de vereadores para a próxima legislatura. Conforme o AN Notícias havia confirmado antes da sessão desta segunda-feira, a votação seria por 8 a 3, repetindo assim a primeira votação.
 
Agora o projeto será publicado no Diário Oficial do município e a Lei começa a valer para as próximas eleições, só que como havíamos informado, a dupla de advogados que representam o PSD de Apucarana estava presente, o Observatório Social também, e outras pessoas ligadas a grupos políticos e um membro da OAB de Apucarana representando o presidente Gameiro.
 
Os advogados Marcos Dias e Danilo Alves que são afiliados ao PSD de Apucarana, entraram com a ação nesta segunda-feira (28) no Fórum de Apucarana, para derrubar a sessão que altera de 19 para 15 cadeiras, devido ao simples fato que, para eles os vereadores agiram de má fé, pois o projeto apresenta vícios, e a maioria quer 19 cadeiras para disputar a reeleição no ano que vem.
 
Dias disse que vai aguarda um posicionamento da Justiça local para determinar o número para as próximas eleições, que ao modo dele ver isso, o projeto de 19 cadeiras também está errado, e deve cair pela ação da Promotoria, ficando assim, as próximas eleições com 11 cadeiras.
 
Segundo o advogado Petronio Cardoso do Jurídico da Câmara de Apucarana nem Dias e nem Alves, e nem o OSA de Apucarana podem interferir na votação dos 15 aprovados nesta segunda-feira (28), e quem vai disputar as eleições para o ano que vem, pode ficar tranquilo que Apucarana terá 15 cadeiras. É esperar para ver os próximos capítulos deste imbróglio judicial que vai virar a redução de cadeiras da Câmara de Apucarana.
 
Ouça as entrevistas com o Jornalista Victor Hugo Magalhães do AN.
Fonte: AN Notícias

Galeria de Imagens