Carregando...

Alerta!

logo Câmara de Apucarana assina contrato com empresa que vai instalar sistema de energia solar  - Notícias - AN Notícias Câmara de Apucarana assina contrato com empresa que vai instalar sistema de energia solar - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 10 de Dezembro de 2019

SAIBA MAIS

Dia do Palhaço - Dia da Declaração Mundial dos Direitos Humanos - Dia dos Povos Indígenas e Dia de São Melquíades -
25/11/2019 12h19

Câmara de Apucarana assina contrato com empresa que vai instalar sistema de energia solar Molina assina contrato com empresa Bravo Energia para instalação do sistema de energia

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

Em busca de economia e eficiência energética aliada aos fatores ambientais mais benéficos, a Câmara Municipal de Apucarana irá instalar no prédio sede do Legislativo, painéis para captação da energia solar – sistema fotovoltaico conectado à Rede (SFCR). O contrato que garantirá os serviços, no valor de R$ 110 mil, foi assinado na tarde desta sexta-feira (22/11), pelo presidente Luciano Molina e por Marcel Alex Kihara, sócio proprietário da Empresa Bravo Energia Ltda., vencedora do processo licitatório realizado na última semana (12/11), na Casa de Leis.

A solenidade foi acompanhada pelos vereadores Antônio Marques da Silva, Marcos da Vila Reis, professor Edson da Costa Freitas e Lucas Leugi, além da comissão de Licitação que tem como presidente o servidor Ivan Lúcio Garcia e como membros os servidores Rafael Bellan e Allison Pellizer, pelo diretor da Casa de Leis, Luiz Carlos Balan, pela contadora, Jociele Gonzela, chefe de gabinete, Edeson Martins, representante da empresa Bravo, Luís Claudio Livote e imprensa.

Com o contrato assinado, a empresa Bravo Energia está autorizada a iniciar as obras. O próximo passo será a publicação do extrato no diário oficial do Município. A partir daí a empresa tem 30 (trinta) dias para concluir a instalação dos painéis.

“Estamos dando mais um importante passo na gestão frente ao Legislativo. Com a implantação do sistema de energia solar, conforme já detalhamos ao realizar o processo licitatório, vamos atender a atual demanda de sustentabilidade energética, teremos energia limpa, sustentável, renovável, com baixo impacto ambiental, que não produz ruído nem emissões que possam prejudicar o meio ambiente e isso vem de encontro ao que propomos no nosso ambiente de trabalho”, disse o presidente.

A utilização de energia solar trará economia aos cofres públicos em médio prazo, tendo em vista que o investimento financeiro se pagará em aproximadamente quatro anos e o sistema possui durabilidade média de 25 anos, com baixa necessidade de manutenção. A Câmara irá economizar cerca de R$ 40 mil por ano, enquanto mantém um sistema seguro e autossuficiente, com energia de alta qualidade e elevada fiabilidade. “Seremos a primeira Câmara do Estado do Paraná a ter 100% de energia solar. Mais uma vez, agradeço o empenho e o apoio que recebi dos vereadores e vereadora ao sugerir a implantação da energia solar no Legislativo. Tivemos o sim de todos no projeto que precisamos aprovar, o acompanhamento de alguns vereadores no dia da licitação e agora na assinatura do contrato para início do serviço”, disse Molina. “Agradeço também a Comissão de Licitação que fez um trabalho ímpar, transparente e com muita eficiência”, completou o presidente.

O vereador Marcos da Vila Reis parabenizou o presidente pela decisão de instalar a energia solar e destacou a geração de economia que trará aos cofres. “Temos que tratar com prioridade o dinheiro público. A energia solar irá trazer economia a Câmara além de outros benefícios”.

Lucas Leugi reforçou que não é só o impacto financeiro, mas sim o meio ambiente que será beneficiado. “Estamos no caminho da modernidade. A instalação da energia fotovoltaica no legislativo é um diferencial”.

O vereador professor Edson da Costa Freitas parabenizou a Comissão de Licitação pelo trabalho e o presidente Molina pela decisão tomada e acertada. “Todos levantaram a bandeira certa. Vamos economizar, vamos ter um impacto positivo no meio ambiente, vamos ter energia nova”, disse.

Em nome da empresa, Livote destacou o grande passo a caminho da modernidade que o Legislativo apucaranense deu, ao instalar o sistema fotovoltaico. “Que esse seja um exemplo para que outros setores adotem a mesma pratica”, pontuou.

INSTALAÇÃO

Todo o processo de instalação da energia solar está sendo acompanhado pela Comissão de Licitação da Câmara Municipal de Apucarana. O Engenheiro Elétrico, Nilton Fornaciari Júnior, representando o Legislativo, foi o responsável pela elaboração do projeto, pelo planejamento e irá fazer o acompanhamento da fase de execução. Ele também acompanhou todo o processo licitatório.

Com o processo administrativo concluído as obras serão iniciadas. A empresa irá instalar, no telhado do prédio do Legislativo, cerca de 100 painéis com potência de, no mínimo, 335 W. Segundo Marcel Kihara, em menos de 30 dias os serviços deverão estar concluídos. “Estamos com o tempo a nosso favor para execução dos trabalhos”, finalizou.

Fonte: AN Notícias com CM Apucarana

Galeria de Imagens