Carregando...

Alerta!

logo Distribuição de medicamentos cresce 37% em 4 anos em Apucarana - Notícias - AN Notícias Distribuição de medicamentos cresce 37% em 4 anos em Apucarana - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 18 de Julho de 2018

SAIBA MAIS

Dia dos Veteranos de Guerra - Dia da Coroação de D. Pedro - Dia do Trovador -
09/04/2018 01h01

Distribuição de medicamentos cresce 37% em 4 anos em ApucaranaFarmácia Central da Autarquia Municipal de Saúde atende uma média de 600 pessoas diariamente

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

A prefeitura de Apucarana tem mantido nos últimos cinco anos um ritmo crescente no número de distribuição de medicamentos pela na rede pública de saúde. Levantamento da Farmácia Central da Autarquia Municipal de Saúde (AMS) mostra um aumento médio de 12% a cada ano. Analisando o espaço de tempo entre 2014 e 2017 o crescimento foi de 37%.

Em 2013, a Farmácia Central distribuiu gratuitamente 1.268.436 remédios e já em 2014 passou para 3.949.592. Em 2015 esse número chegou a 4.080.643, subindo para 4.704.328 no ano seguinte. No ano passado, em 2017, foram entregues à população 5.429.541 medicamentos. “No primeiro trimestre de 2018 a distribuição chegou a 1.359.620. A projeção para 2018, considerando o período de inverno em que a procura é maior, é de aproximadamente 6.000.000”, analisa a farmacêutica Rosângela Mantini de Moraes, responsável pela Farmácia Central.

O levantamento da Farmácia Central também analisa o número de pacientes atendidos no mesmo período de cinco anos. Em 2012, antes do início do atual gestão municipal, a quantidade de atendimentos foi de 101.724 pessoas.

Nos cinco anos seguintes o número de apucaranenses que buscou medicamento gratuito na Farmácia Central quase que dobrou: em 2013 era 110.700 e em 2017 187.413. Já o primeiro semestre de 2018 mostra 39.063 pacientes atendidos.

De acordo com o diretor presidente da AMS, Roberto Kaneta, o crescimento de pacientes atendidos e de medicamentos dispensados, é reflexo de vários medidas adotas para melhor atender a população neste setor da saúde. Como exemplo ele cita o aumento no número de médicos e, consequentemente, a realização de mais consultas, bem como uma oferta maior de medicamentos disponibilizados.

No entanto, existem outros fatores que contribuíram par atual realidade no fornecimento de medicamentos através da rede pública em Apucarana. O atendimento prestado pela Farmácia Central da AMS vem se aprimorando ao longo dos últimos 5 anos. Em 2013 a administração municipal começou ampliar a lista de medicamentos disponibilizados. “Em 2012 eram 110 medicamentos e hoje são 179 na lista municipal. Um acréscimo de 62,7%. Manter a oferta de remédios de forma contínua é um cuidado a mais que temos na atenção básica de saúde”, afirma Beto Preto.

Em 2014 foi alugada uma sala comercial, ao lado do prédio da AMS, onde a Farmácia Central atendeu até julho de 2017, quando mudou de endereço. A nova e atual instalação possibilitou dobrar o número de guichês para atendimento ao público, reduzindo o tempo de espera. O sistema de senha era manual e agora é eletrônico. O espaço de espera passou a ser maior, com mais assentos, conta com televisão e é climatizado.

Antes desses dois últimos endereços, a farmácia funcionava em uma sala do prédio da autarquia de saúde, num espaço pequeno, onde o atendimento era feito por uma janela e as pessoas esperavam em pé.

Outra importante melhoria chegou em novembro de 2016, quando a Farmácia Central estendeu o horário de atendimento aos sábados, domingos e feriados: de 8 horas às 13 horas. Relatório do primeiro trimestre deste ano aponta que a Farmácia Central atende diariamente entre 500 a 600 pessoas. A atual demanda por medicamentos resulta numa média superior a 15 mil pacientes ao mês. A Farmácia Central da Autarquia Municipal de Saúde está localizada na Rua Miguel Simeão, 111.

Fonte: AN Notícias com PM Apucarana

Galeria de Imagens