Carregando...

Alerta!

logo Empreiteira inicia reconstrução da Avenida Pinho Araucária em Apucarana depois de atraso - Notícias - AN Notícias Empreiteira inicia reconstrução da Avenida Pinho Araucária em Apucarana depois de atraso - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 27 de Setembro de 2020

SAIBA MAIS

Dia Mundial do Turismo - Dia da Caridade - Dia da MPB - Dia de Santo Adolfo - Dia do Cantor, do Encandor, e do Professor -
05/02/2020 11h16

Empreiteira inicia reconstrução da Avenida Pinho Araucária em Apucarana depois de atrasoAlém da implantação do sistema de drenagem, as melhorias envolvem reconstrução do pavimento

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

O prefeito Júnior da Femac vistoriou nesta quarta-feira (05/02) os trabalhos de modernização da Avenida Pinho Araucária, no Jardim Cidade Alta. Via que interliga diversos bairros ao Contorno Norte de Apucarana (PR-170 – Rodovia Michel Soni) através da Rua Koey Tatessuji, nas imediações da Sociedade Rural de Apucarana, a melhoria é muito esperada pela população. “Foram anos de reivindicação pois, apesar das reformas com tapa-buraco, devido à falta de drenagem em 30 dias tudo volta a ficar ruim. A região hoje cresceu muito e graças ao trabalho do Beto Preto e agora do Júnior da Femac chegou a nossa vez. Todos os moradores estão muito contentes com o início das obras”, disse Cláudio de Miranda, que é morador e empresário no bairro.

Construída sem ao menos um sistema de drenagem das águas da chuva, o pavimento da “Pinho Araucária” exige recuperação permanente por parte da prefeitura. O primeiro trabalho feito pela empreiteira contratada é a implantação do sistema de drenagem. “Nesta semana os serviços já avançaram em cerca de 200 metros. Com a colocação da galeria pluvial acabamos com um problema que acompanha a avenida desde sua concepção, dotando-a de uma estrutura que já devia ter sido planejada e executada”, pontua o prefeito Júnior da Femac, lamentando a forma com que muitas obras foram feitas no passado.

“Ao longo do mandato encontramos muitos exemplos semelhantes a este. Se a avenida já tivesse sido executada de forma adequada, como são todas as obras da gestão Beto Preto, esse dinheiro público que agora será usado para reconstruir o que foi mal feito, poderia ser investido em outras melhorias para a população”, refletiu. De acordo com ele, além da inexistência de drenagem, a via foi construída com base inadequada para uma avenida.

Além da implantação das galerias pluviais, as obras englobam a reconstrução do pavimento tanto da Avenida Pinho Araucária, quanto da Rua Koey Tatessuji, que também será alargada, totalizando 12 mil m² de pavimento novo. “São obras estruturantes, que criam uma nova alternativa de acesso à cidade pelo Contorno Norte (PR-170 – Rodovia Michel Soni), para quem vem de Londrina”, cita o prefeito. Ele destaca que para o alargamento da “Koey Tatessuji”, está sendo firmado um acordo com a Sociedade Rural de Apucarana, que repassará ao Município uma faixa de 8 metros de largura, numa extensão de 600 metros, para viabilizar a via com 12 metros. “Todo este processo documental atrasou um pouco o início das obras, que foram autorizadas no final do ano passado”, explica Júnior.

Os recursos federais para o projeto, conta o prefeito, foram solicitados em 2017 pelo então prefeito Beto Preto e liberados com ajuda do deputado Federal Sérgio Souza. A verba é oriunda do FGTS e chega via convênio com Ministério de Estado do Desenvolvimento Regional (MDR), no âmbito do Programa de Infraestrutura de Transporte e Mobilidade Urbana (Pró-Transporte) por intermédio do Programa Avançar Cidades, do Governo Federal. Com investimento de R$1.411.187,00, a empresa vencedora da licitação é a Romo Pavimentadora Ltda., de Apucarana, que tem até 180 dias para concluir as obras.

Fonte: AN Notícias com PM Apucarana

Galeria de Imagens