Carregando...

Alerta!

logo Polêmica: reformas da Câmara de Apucarana terá mais gastos e prazo estendido  - Notícias - AN Notícias Polêmica: reformas da Câmara de Apucarana terá mais gastos e prazo estendido - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 14 de Dezembro de 2018

SAIBA MAIS

18/12/2017 03h07

Polêmica: reformas da Câmara de Apucarana terá mais gastos e prazo estendido Câmara de Apucarana que passa por obras terá prazo maior para entregas e mais gastos com reforma

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
A Câmara de Apucarana que passa por reformas no seu prédio depois que o presidente da Câmara Mauro Bertoli (DEM) autorizou e contratou a empresa Pires Construções e Empreendimentos de Apucarana, com edital de contrato que visava 120 dias para a entrega da reforma e gastos de R$ 235.839 mil reais, teve a divulgação em diário oficial no dia 23/11, que a obra terá um aditivo de mais R$ 105.459,34 e estendido o prazo de entrega final das obras para mais 30 dias, ou seja, o que seria para 120 dias passara para 150 dias de reformas, ou quase cinco meses de construção no poder legislativo de Apucarana, e o que seria inicial de R$ 235 mil reais de gastos passará a custar R$ 341.299,00 reais total.
 
A obra não é ilegal, porém para o Observatório Social de Apucarana (OSA) de Apucarana seria desnecessária a Câmara fazer esta obra, pois o dinheiro público que está sendo gasto nesta época de crise que o país passa, é totalmente inoportuno, haja vista que, o repasse da Prefeitura de Apucarana para a Câmara equivale a como se o poder legislativo de Apucarana tivesse 19 vereadores, o que atualmente é somente onze cadeiras e o dinheiro que sobra sempre é devolvido anualmente com mais de R$ 2 milhões para a Prefeitura de Apucarana investir em obras, pagamentos de servidores, construção de asfalto, creches e melhorar a malha viária da cidade.
 
A reforma no prédio da Câmara deixou vereadores sem gabinetes, servidores sem salas, e atualmente todos estão atuando dentro de salas improvisadas e até no plenário da Câmara o presidente Mauro Bertoli está despachando com sua equipe de assessores. Para populares irem assistir as sessões ficou restrito os lugares com assentos, e muito entulho está dentro e fora do prédio.
 
Até o site da Câmara de Apucarana ficou fora do ar neste final de semana, devido as obras no prédio, e as linhas telefônicas também ficaram fora do ar.
 
A reforma no prédio da Câmara começou no dia 30 de Agosto deste ano, conforme edital publicado no diário oficial da cidade. O Contrato é o 011/2017. O objetivo da obra segundo Mauro Bertoli “é a readequação dos banheiros para pessoas especiais, obras de reforma no prédio, reforma da cobertura metálica, pisos e azulejos, da Câmara Municipal de Apucarana”.

Veja o link do aditivo da Obra: http://www.apucarana.pr.leg.br/transparencia-1/integra-das-licitacoes/exercicio-2017/2017-obras-de-reforma-no-predio-da-camara/2017-i-termo-aditivo-obras-de-reforma.pdf
Fonte: AN Notícias

Galeria de Imagens