Carregando...

Alerta!

logo Prefeito JR da Femac confirma que Apucarana terá Colégios Militares  - Notícias - AN Notícias Prefeito JR da Femac confirma que Apucarana terá Colégios Militares - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 23 de Outubro de 2019

SAIBA MAIS

Dia da Aviação Brasileira - Dia da Répública - Dia de Chulalongkorn - Dia de São Severino - Dia Mundial da Informação -
07/10/2019 09h55

Prefeito JR da Femac confirma que Apucarana terá Colégios Militares Prefeito JR da Femac falou com o jornalista Victor Hugo Magalhães confirmando Colégios

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
O prefeito de Apucarana JR da Femac (PDT), falou com o jornalista Victor Hugo Magalhães do AN Notícias que Apucarana terá sim, Colégios Militares na cidade. A confirmação veio após um membro do grupo de WhatsApp do AN Notícias jogar uma informação e não ser verídica.
 
Conforme apuramos tanto com a Polícia Militar como com o Prefeito JR da Femac (PDT), Apucarana conseguiu através do Prefeito protocolar os pedidos tanto do Colégio Cívico Militar do Governo Federal, que o prazo estava previsto para encerramento no dia 27/09, como do Colégio Militar Estadual do Governo do Estado que será no Colégio Estadual Santos Dumont, em frente à prefeitura de Apucarana.
 
O Colégio Cívico Militar Federal deverá ser instalado em um das Escolas Municipais de Apucarana, mas essa escolha ainda não está definida, pois esse Colégio quem definirá sua localidade é o Governo Estadual, mas Apucarana já deixou claro que quer sim uma unidade, pois temos um Batalhão do Exército na cidade.
 
Já o Colégio Vila Militar um empresário da área da Educação que é proprietário de um Colégio na cidade de Apucarana, está negociando a instalação de uma unidade dessas na cidade, conforme o Prefeito JR da Femac nos informou neste domingo (06).
 
A informação dada no grupo do AN Notícias por um professor da rede estadual, dizendo que Apucarana não teria os Colégios Militares na cidade, não procede segundo o Prefeito JR da Femac (PDT), e que em breve ele trará mais informações sobre isso ao AN Notícias.
 
JR da Femac agradeceu ao jornalista Victor Hugo Magalhães pela oportunidade de esclarecer o fato, e citou a parceria do jornalista Victor Hugo Magalhães com os Deputados federal Sargento Fahur (PSD) e deputado estadual Soldado Adriano José (PV), pois Victor Hugo Magalhães deixou claro para o prefeito JR da Femac que "se precisar de uma solução para liberar os Colégios em Apucarana através dos deputados de seu grupo que esta à disposição, e falará com os deputados nesta semana".
 
Ao todo, o governo pretende implementar 216 escolas cívico-militares até 2023.
 
Recursos

O MEC vai liberar R$ 54 milhões para o programa em 2020, sendo R$ 1 milhão por escola. O dinheiro será investido no pagamento de pessoal em algumas instituições e na melhoria de infraestrutura, compra de material escolar, reformas, entre outras pequenas intervenções.
 
As escolas em que haverá pagamento de pessoal são as que fizerem parceria com o MEC e o Ministério da Defesa, que contratará militares da reserva das Forças Armadas para trabalho nos estabelecimentos. A duração mínima do serviço é de dois anos, prorrogável por até dez, podendo ser cancelado a qualquer tempo. Os profissionais vão receber 30% da remuneração que recebiam antes de se aposentar.
 
Os estados poderão ainda destinar policiais e bombeiros militares para apoiar a administração das escolas. Nesse caso, o MEC repassará a verba ao governo, que, em contrapartida, investirá na infraestrutura das unidades, com materiais escolares e pequenas reformas.
 
Os militares irão atuar como monitores, acompanhando os alunos e fazendo contato com as famílias.
Fonte: AN Notícias

Galeria de Imagens