Carregando...

Alerta!

logo Prefeitura de Apucarana cria núcleo especializado em sistemas e aplicativos - Notícias - AN Notícias Prefeitura de Apucarana cria núcleo especializado em sistemas e aplicativos - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 14 de Novembro de 2019

SAIBA MAIS

Dia Nacional da Alfabetização - Dia Nacional do Diabético - Dia do Bandeirante - Dia de São Lourenço de Dublim -
04/11/2019 01h15

Prefeitura de Apucarana cria núcleo especializado em sistemas e aplicativosProfissionais estão desenvolvendo ferramentas próprias

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

Cada vez mais a Prefeitura de Apucarana está buscando dar soluções na área de atendimento aos contribuintes utilizando tecnologias atuais. Para isso, foi implantado neste ano um núcleo de criação de sistemas e aplicativos, que funciona dentro do Departamento de Tecnologia da Informação (DTI). Os primeiros programas criados pela equipe são o portal do turismo e uma plataforma de aplicação web, que também já está em funcionamento, para atender as necessidades do setor de saúde mental. Entretanto, a equipe já está desenvolvendo aplicativos para outras áreas, como relações com a comunidade e para o Estacionamento Rotativo (Zona Azul).

De acordo com o prefeito de Apucarana, Junior da Femac, a ideia de manter um setor próprio de criação de APPs e sistemas alia a disponibilidade de funcionários capacitados e a necessidade de buscar soluções tecnológicas na área de atendimento. “Isso representa a diminuição de custos e celeridade, pois antes quando necessitávamos criar um sistema era necessário terceirizar o serviço, o que exige a abertura de uma licitação que sempre é um processo demorado”, pontua Junior da Femac, citando ainda que a manutenção de equipe própria permite a elaboração de softwares personalizados, com base nas necessidades específicas do Município, e que podem ser expandidos sem custos adicionais.

O setor possui três funcionários da própria Prefeitura especializados em novas tecnologias, sendo coordenado por André Gustavo dos Santos Burin, superintendente do Departamento de Tecnologia da Informação e pós-graduando em desenvolvimento web. O setor conta ainda com Sean Carlisto de Alvarenga, mestre em Ciência da Computação, e Edmilson Domaredzki Verona, professor universitário, pós-graduado e mestrando em Informática. “Isso está sendo possível pois a Prefeitura, atenta ao avanço das novas tecnologias, incluiu em recente concurso público vagas para analista programador, função que não existia no quadro de funcionários”, salienta Junior da Femac.

Junior da Femac afirma que nos próximos anos a relação entre o cidadão e a Prefeitura mudará significativamente. “Com a expansão das novas tecnologias, teremos em mãos ferramentas de gestão mais eficientes e mais ágeis, que facilitarão o planejamento , controle, a prestação de contas, levantamentos estatísticos e a tomada de decisões. Além disso, o cidadão precisará cada vez menos ir fisicamente até a Prefeitura, pois o atendimento poderá ser acessado de onde a pessoa estiver a partir de um computador, tablet ou aparelho celular”, frisa Junior da Femac.

O prefeito de Apucarana afirma que o portal de turismo foi o primeiro trabalho desenvolvido pelo o setor de criação de sistemas e aplicativos. “O projeto foi todo concebido por equipe própria e, devido ao sucesso da iniciativa, agora a equipe já está finalizando o APP do turismo que será lançado em breve.  A pessoa vai baixar o aplicativo no seu celular e, além de todas as informações que constam no portal,  receberá notificações dos eventos que acontecerão na cidade. Haverá uma mudança significativa de conceito. Atualmente, as pessoas costumam buscar informações sobre os eventos realizando pesquisas na internet e, com o aplicativo, o evento irá até as pessoas na forma de notificações”, exemplifica o prefeito.

Junior da Femac reitera que, além de agilizar o atendimento do cidadão, os aplicativos também se constituem uma importante ferramenta de gestão. “No caso do Estacionamento Rotativo, o aplicativo estará interligado ao Detran. Além das questões de segurança, como informações sobre roubo ou furto, também teremos dados sobre a origem dos veículos permitindo ter uma noção mais precisa sobre as cidades que mais procuram o comércio de Apucarana”, ressalta Junior da Femac, citando ainda o aplicativo para o setor de relações com a comunidade que está em desenvolvimento. “Teremos um mapeamento das demandas por região da cidade, facilitando a definição de prioridades e a tomada de decisão”, projeta o prefeito.

 

((( BOX )))

APP permitirá compra de créditos do

 estacionamento rotativo pelo celular

A equipe da Prefeitura vem trabalhando também num aplicativo que permitirá a compra de créditos e pagamento de multas do Estacionamento Rotativo pelo celular, além do envio de informes de vias bloqueadas para melhorar o fluxo do trânsito. “É uma solução tecnológica para todas as partes envolvidas no rotativo. Estamos criando três aplicativos, que funcionarão de forma interligada: um para o agente de trânsito, um para o ponto de venda e um para o usuário. Além disso, está sendo criado um sistema de informações em tempo real para que o gestor possa acompanhar”, afirma Edmilson Domaredzki Verona, analista programador do Departamento de Tecnologia da Informação (DTI).

Ao estacionar na vaga, o motorista poderá comprar os créditos via aplicativo, sem a necessidade de ir até um ponto de venda. “A pessoa acessará o aplicativo e escolherá o tempo desejado, podendo renovar o tempo caso seja necessário”, explica Domaredzki, lembrando que a Prefeitura manterá também a forma convencional, com a compra dos cartões nos pontos de venda, onde o motorista também poderá comprar os créditos para uso no aplicativo.

A intenção é que todo o sistema seja finalizado no início de 2020. “Para isso, dependemos também da aquisição de alguns equipamentos, como  celulares para os agentes de trânsito e impressoras portáteis. Além de receber a notificação de irregularidade pelo aplicativo, ela também será impressa e deixada no painel do carro como já ocorre atualmente”, completa Domaredzki.

 

((( BOX )))

Sistema web auxilia na gestão do programa de saúde mental

Uma das plataformas criadas pela equipe já está sendo utilizada pelos funcionários que fazem o atendimento de saúde mental no município. “A Karine Carleto, que é a gestora do Departamento de Saúde Mental, nos trouxe essa demanda. Todo o atendimento era feito com planilhas e agora está funcionando num sistema de aplicação web”, explica André Gustavo dos Santos Burin, superintendente do Departamento de Tecnologia da Informação

O programa centraliza todas as informações do atendimento, como a data de entrada do encaminhamento médico e o dia do agendamento da consulta, além de registrar o nome do funcionário responsável pelo atendimento e de disponibilizar um campo para elencar as ações que vão sendo realizadas. “Atualmente o sistema está sendo utilizado pela equipe gestora do Departamento de Saúde Mental, mas ele também deverá ser expandido para as Unidades Básicas de Saúde e para os Centros de Atendimento Psicosocial”, assinala.

Conforme Burin, o sistema também traz a relação de médicos, especifica o tipo de atendimento realizado, permite acompanhar o histórico, a evolução  do paciente e a geração de relatórios. “Antes era muito difícil saber quantos pacientes eram atendidos, pois era necessário consultar várias planilhas. Agora, com o sistema, é possível gerar relatórios instantaneamente, como de atendimentos por período, pacientes por UBS e relatórios quadrimestrais. Além de toda a agilidade, também facilita a prestação de contas”, ressalta Burin, acrescentando que a próxima etapa será a criação de um APP para os pacientes.

Plataforma vai mapear demandas da população

A equipe também está desenvolvendo uma plataforma para o Departamento de Relações com a Comunidade, com o objetivo de mapear as demandas da população. “O aplicativo vai fazer o mapeamento dos atendimentos, verificando quais regiões buscam mais o Poder Público e possuem o maior número de demandas”, pontua Sean Carlisto de Alvarenga, analista programador do DTI.

Através da plataforma, será possível manter atualizado o banco de dados, permitindo enviar notificações para as lideranças cadastradas. “Atualmente, a mobilização das comunidades ocorre por meio de convites impressos e por comunicados divulgados nos meios de comunicação convencionais. O aplicativo facilitará o envio das informações sobre futuras reuniões e sobre o andamento das demandas, além de ser uma ferramenta de gestão que será importante na tomada de decisões”, avalia Alvarenga.

Fonte: AN Notícias com PM Apucarana

Galeria de Imagens