Carregando...

Alerta!

logo Primeiro dia de vacina contra gripe tem grande procura em Apucarana - Notícias - AN Notícias Primeiro dia de vacina contra gripe tem grande procura em Apucarana - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 29 de Abril de 2017

SAIBA MAIS

Morte de Alfred Hitchcock - Dia Mundial das Associações Cristãs Femininas -
18/04/2017 10h32

Primeiro dia de vacina contra gripe tem grande procura em ApucaranaImunização está disponível em 28 Unidades Básicas de Saúde, de segunda a sexta-feira, entre 8 e 16 horas

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

O primeiro dia da campanha nacional de vacinação contra gripe, hoje, registrou grande procura nas 28 Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Apucarana que contam com sala de vacina. Os idosos, no geral, foram responsáveis pela alta demanda.

Na primeira hora de atendimento no início da manhã, por exemplo, a UBS Romeu Milani, localizado na Rua Osvaldo Cruz e onde também funciona a central de vacinas da Autarquia Municipal de Saúde, já tinha distribuído 70 senhas, 90% delas para pessoas com mais de 60 anos.

Um dos primeiros da fila, Aparecido Carmano, aposentado, 64 anos, fez questão de vir logo no primeiro dia. “Há 4 anos tomo a vacina e venho sempre assim que começa porque quero ficar protegido. Acho importante ter esse cuidado com minha saúde. Idoso pega gripe fácil e graças a Deus desde que comecei a tomar a vacina não tive gripe forte. Só uma vez peguei uma, mas foi bem fraca”, relata.

Cristina Nishioka também não quis esperar e antes das 9 horas levou sua filha Amanda, de 7 meses, para receber a imunização. “Tenho outros dois filhos, de 5 e 11 anos, e sempre procurei vacinar no primeiro dia. A preocupação com a saúde deles está acima de tudo e essa é uma oportunidade que os pais não podem perder. É muito importante a vacinação, tanto que vou levar os outros dois em clínica particular o quanto antes”, afirma.

Conforme informa o coordenador do setor de epidemiologia da Autarquia Municipal de Saúde (AMS), Luciano Pereira da Silva, a meta em Apucarana é vacinar 37.492 pessoas, sendo que deste total 15.227 são idosos. “A procura foi grande neste primeiro dia. Não é possível apresentar números exatos no momento, mas somente na UBS Romeu Milani foram aplicadas 313 vacinas contra gripe nesta segunda-feira”, informa Silva.

A imunização segue até 26 de maio e as doses contra os vírus H1N1, H3N2 e Influenza B estão disponíveis nas UBSs  que possuem sala de vacina, de segunda a sexta-feira, entre 8 e 16 horas. O dia “D” da campanha será 13 de maio, um sábado.

Além de idosos a partir de 60 anos, fazem parte dos 9 grupos prioritários atendidos na campanha de vacinação as crianças de 6 meses a 4 anos (11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias pós-parto), povos indígenas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, trabalhador de saúde dos serviços públicos e privados; pessoas de 5 a 59 anos portadoras de doenças crônicas e condições especiais. A inovação neste ano fica por conta do fato de a cobertura vacinal passar a abranger professores ativos de escolas públicas e privadas (ensino infantil, fundamental, médio e ensino superior).

As pessoas de 5 a 59 anos portadoras de doenças crônicas e condições especiais devem apresentar prescrição médica/receita de uso contínuo. Os professores, por sua vez, devem procurar as UBS’s munidos de uma declaração que garante o direito a imunização. O modelo da declaração será distribuído pelo setor de epidemiologia da AMS no Núcleo Regional de Educação e na Autarquia Municipal de Educação para seu devido preenchimento e distribuição individual aos educadores.

Os estabelecimentos de ensino da rede privada devem retirar essa declaração no setor de epidemiologia da AMS, localizado na Rua Clotário Portugal, 760. Os professores devem apresentar um documento de identificação com foto junto com a declaração da instituição de ensino em que trabalha no momento da vacinação.

O diretor-presidente da Autarquia Municipal de Saúde, Roberto Kaneta, destaca a importância da vacina. “Essa imunização protege contra as formas mais grave da gripe, que são as provocadas pelos vírus H1N1, H3N2 e Influenza B e podem evoluir para óbito. Ao longo dos anos a população está se conscientizando cada vez mais dos benefícios de buscar essa proteção”, observa Kaneta.

O prefeito Beto Preto, que também é médico, orienta para o fato de que somente cerca de 15 dias após a vacinação começam a surgir os anticorpos que darão a proteção contra a gripe. “Por isso, quanto antes se vacinar mais cedo a proteção está garantida”, aconselha.

Fonte: AN Notícias com PM Apucarana

Galeria de Imagens