Carregando...

Alerta!

logo Promotoria de Apucarana investiga ex-vereador e atual vereador por rachas de salários - Notícias - AN Notícias Promotoria de Apucarana investiga ex-vereador e atual vereador por rachas de salários - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 29 de Abril de 2017

SAIBA MAIS

Morte de Alfred Hitchcock - Dia Mundial das Associações Cristãs Femininas -
11/04/2017 09h43

Promotoria de Apucarana investiga ex-vereador e atual vereador por rachas de saláriosVereador Deco do Hot Dog e ex-vereador Ananias são suspeitos de dividirem salários de seus assessores e podem ser presos

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
A Promotoria do Patrimônio Público de Apucarana está investigando nesta semana em uma ação penal por crime de concussão na primeira Vara Criminal que tem o competente Juiz Osvaldo Soares Neto, um ex-vereador do mandato passado e um atual vereador reeleito em 2016 por suspeitas de dividirem salários de assessores durante o mandato passado. A situação está sendo apurada pelo Promotor Público Eduardo Cabrini de Apucarana que informou que os ex-assessores confirmaram em depoimento os fatos registrados na Promotoria de Apucarana.
 
O ex-vereador Antonio Ananias (PSDB) é acusado de ter rachado os salários de seus assessores durante o mandato passado, e o atual vereador reeleito em 2016 José Airton de Araújo o Deco do Hot Dog (PR), ex-presidente da Câmara também está sendo acusado do mesmo crime dentro da Câmara de Apucarana. A pena pode chegar a 04 anos de prisão para os dois investigados. Deco pode até perder seu mandato se for preso pela Promotoria de Apucarana. Ananias está entre os suplentes da eleição passada.
 
Segundo informações do Promotor na Imprensa de Apucarana, os edis foram denunciados e um processo criminal está sendo investigado e caso constatado o crime, os dois citados podem ser presos, igualmente aconteceu com o ex-presidente da Câmara de Apucarana em 2012 Alcides Ramos Jr (DEM), que foi preso por quase 100 dias na Penitenciária de Londrina 2 (PEL 2) sobre o mesmo fato investigado agora por Cabrini, e que na época pediu a prisão de Alcides Ramos e ficou comprovado através de depoimentos de ex-funcionários da Câmara a prática irregular na época feita por Alcides Ramos.
 
“O atual vereador José Airton de Araújo Deco ex-presidente da Câmara teria exigido de um assessor, e Antonio Ananias teria exigido de dois assessores, a divisão de salários, caso não o fizessem seriam exonerados, conforme depoimento dos ex-assessores para a Promotoria de Apucarana na semana passada”, segundo o Promotor Eduardo Cabrini informou na Imprensa de Apucarana nesta terça-feira (11).
 
Esta seria a segunda investigação contra Deco do Hot Dog em um mês na Promotoria de Apucarana.
Fonte: AN Notícias

Galeria de Imagens