Carregando...

Alerta!

logo Servidores municipais de Apucarana terão 3,5% de reajuste salarial  - Notícias - AN Notícias Servidores municipais de Apucarana terão 3,5% de reajuste salarial - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 16 de Dezembro de 2018

SAIBA MAIS

Dia do Reservista - Dia de Santo Eusébio - Dia do Teatro Amador e ia Nacional de Bahrein -
18/02/2018 04h10

Servidores municipais de Apucarana terão 3,5% de reajuste salarial O ganho real foi de 1.87%, em relação ao acumulado da inflação (INPC) nos últimos 12 meses

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

A Prefeitura de Apucarana e o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Apucarana e Região (SINDSPA) chegaram nesta sexta-feira (16), a um acordo sobre o percentual do reajuste que será concedido aos servidores efetivos já a partir da folha de pagamento de fevereiro. Após duas rodadas de negociação, o percentual acordado ficou em 3,5% e representa um ganho real de 1,87% em relação à inflação do INPC (Índice Nacional de Preço ao Consumidor) acumulada nos últimos 12 meses, que foi de 1,80%. Os cargos em comissão, também conhecidos como funcionários de confiança que, no ano passado, não tiveram reajuste, terão agora a reposição da inflação.

Nas tratativas, o SINDSPA solicitava no mínimo 6% e a prefeitura, com base em um levantamento de impacto financeiro feito pela Secretaria Municipal da Fazenda, propôs inicialmente conceder somente a reposição da inflação. “Nosso maior desejo, inclusive do prefeito Beto Preto, era de conceder um reajuste com um ganho real bem maior a todos os nossos servidores, mas não podemos deixar de analisar o momento econômico em que vivem os Municípios, os Estados e o País. Fizemos os estudos necessários, os cálculos de impacto diante da projeção do que foi em 2017, e neste ano existe a expectativa de queda da arrecadação e um cenário de recessão sem precedentes, a partir do meio do ano. E desta forma, não podemos conceder um percentual que, mais à frente, não teríamos como pagar. Para nós, o salário do servidor é algo sagrado, que deve ser pago em dia”, ponderou o Secretário de Fazenda, Marcello Machado.

Ele lembrou ainda que, devido a gestões temerárias do passado, a Prefeitura de Apucarana carrega uma dívida histórica que também impede a concessão de um reajuste maior neste momento. “Temos entre os limitadores, por exemplo, os precatórios judiciais que absorvem mensalmente uma grande fatia de recursos municipais. É uma dívida estratosférica que nos faz trabalhar sempre no limite”, argumentou Machado.

Segundo o secretário, dentro deste cenário de austeridade indispensável, estamos cortando na carne. “Vamos continuar trabalhando com rigoroso planejamento e constantes projeções do nosso quadro financeiro para seguir pagando em dia os encargos trabalhistas e, ao mesmo tempo, os precatórios e a folha de salários dos servidores, da melhor forma possível e equilibrada”, anunciou.

O reajuste salarial de 3,5% – com ganho real de 1,87% em relação ao acumulado da inflação INPC nos últimos 12 meses -, representa um acréscimo de cerca de R$ 400 mil mensais na folha de pagamento municipal.

Após o fechamento do acordo, o presidente do Sindspa, André Joaquina, avaliou que embora não seja o reajuste esperado pela categoria, foi o percentual que era possível dentro da atual conjuntura. “Não era o que almejávamos, mas diante da situação que enfrenta o país e do que foi apresentado pela administração municipal, temos que concordar que neste momento é o que seria possível ser concedido. E é importante salientar que não houve perda para o servidor. Além da reposição da inflação, tivemos ainda um pequeno ganho real. E sempre que o servidor não tiver perdas, temos que entender que foi uma boa negociação, sem contar com o fato de que a proposta inicial da prefeitura era de pagar apenas os 1,80% da inflação dos últimos 12 meses”, pontuou Joaquina.

Fonte: AN Notícias com PM Apucarana

Galeria de Imagens