Carregando...

Alerta!

logo  Vereador de Apucarana é investigado por suposta pedofilia  - Notícias - AN Notícias Vereador de Apucarana é investigado por suposta pedofilia - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 25 de Outubro de 2021

SAIBA MAIS

Dia da Democracia - Dia da Construção Civil - Dia das Missões - Dia da Saúde Dentária - Dia Nacional do Dentista -
13/09/2021 10h40

Vereador de Apucarana é investigado por suposta pedofilia Ministério Público e Polícia investigam o caso que seria o segundo apurado

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
Mais um vereador está sendo investigado na cidade de Apucarana, por suposta pedofilia nas redes sociais.  


Segundo informações passadas para a Imprensa, o caso segue sendo investigado pela Promotoria Pública de Apucarana da Vara da Infância e Juventude, o celular do vereador foi apreendido pela Justiça que mandou o aparelho para perícia policial.


A promotoria não divulgou mais informações por se tratar de um crime sério onde envolve menores de idade. O MP não divulgou o nome do parlamentar para não atrapalhar nas investigações.


As autoridades estão aguardando o resultado da perícia policial no aparelho para dar maiores detalhes do caso. Esse seria o segundo caso registrado contra parlamentares apucaranenses neste mandato 2021.



O Crime de pedofilia


A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou, na quarta-feira (18/04/18), o Projeto de Lei 1776/15, que inclui todos os crimes de pedofilia na Lei dos Crimes Hediondos (8.072/90). A pena para esses crimes deve ser cumprida inicialmente em regime fechado e é insuscetível de anistia, graça, indulto e fiança.

Pelo texto do deputado Paulo Freire (PR-SP), passariam a ser hediondos os crimes de induzir alguém menor de 14 anos a satisfazer outra pessoa sexualmente; praticar ato sexual na presença de menor de 14 anos a fim de satisfazer o próprio desejo ou de outra pessoa; produzir, vender, publicar, adquirir ou armazenar material pornográfico envolvendo criança ou adolescente; e ainda assediar criança a fim de praticar ato libidinoso com ela.

Fonte: Agência Câmara de Notícias
Fonte: AN Notícias

Galeria de Imagens