Carregando...

Alerta!

logo Polícia prende quadrilha que atraía vítima com 'jogo das tampinhas' - Notícias - AN Notícias Polícia prende quadrilha que atraía vítima com 'jogo das tampinhas' - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 15 de Setembro de 2019

SAIBA MAIS

Dia do Cliente - Dia da Independência da América Central - Dia do Musicoterapeuta - Dia de Nossa Senhora das Dores -
18/05/2019 11h04

Polícia prende quadrilha que atraía vítima com 'jogo das tampinhas'Segundo a Polícia Civil, os suspeitos atraíam viajantes desavisado para o suposto jogo de azar

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
Sete pessoas foram presas em Arapongas suspeitas de se aliarem para roubar pessoas com a prática que ficou conhecida como "jogo das tampinhas". As prisões ocorreram nesta sexta-feira (16). Além da prisão preventiva dos suspeitos, a Polícia Civil também requereu a interdição da "Barraca do Salame", na rodovia PR 444, onde o ato era praticado.

Segundo a Polícia Civil, os suspeitos atraíam viajantes desavisado para o suposto jogo de azar, mas acabam levando seus pertences. Os suspeitos foram presos em flagrante após levarem R$ 5 mil de um motorista de caminhão de Toledo (Noroeste). Eles foram por terem se associado para fim específico de praticarem crimes contra o patrimônio (roubo), pelo modo de agir ora investigado (falso jogo das tampinhas).

Ainda de acordo com a Polícia Civil, este tipo de crime tem baixíssimo índice de notificação e seria praticado diariamente há muitos anos no local pelos mesmos suspeitos, conforme registros em diversos Boletins de Ocorrência, Denúncias pelo Disque 181 e outros procedimentos investigatórios em andamento.

No caso que levou à prisão, o crime teria sido praticado com atos que impossibilitavam a reação da vítima, diante da participação de várias pessoas. A polícia diz que, não raro, "a associação criminosa em questão utiliza de violência psicológica à pessoa, violência física e até mesmo de grave ameaça com emprego de arma de fogo, como revelam as investigações".

Os sete investigados encontram-se presos na Cadeia Pública de Arapongas. Com a prisão do grupo, o valor de R$ 5.000,00 subtraído foi recuperado e devolvido para a vítima.

A Polícia Civil solicita que outras pessoas que tenham sido vítimas deste crime e reconheçam os autuados, procure a 22ª Subdivisão Policial de Arapongas (Rua Marabu, 552, Centro) para que sejam adotados os procedimentos de Polícia Judiciária. Denúncias anônimas podem ser encaminhadas para o WhatsApp do Disque Denúncia da 22ªSDP: (43) 3278-2222.
Fonte: AN Notícias com Folha de Londrina