Carregando...

Alerta!

logo Prefeito de Arapongas convida Richa no sábado (24) para falar da Rodovia BR-369 - Notícias - AN Notícias Prefeito de Arapongas convida Richa no sábado (24) para falar da Rodovia BR-369 - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 14 de Dezembro de 2018

SAIBA MAIS

22/02/2018 06h17

Prefeito de Arapongas convida Richa no sábado (24) para falar da Rodovia BR-369Sérgio Onofre e Beto Richa assinam contrato milionário neste sábado mesmo após Operação da Lava Jato investigar rodovias do Estado

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
Mesmo após a operação desta quinta-feira (22), mostrar um esquema bilionário e fraudulento envolvendo a empresa Triunfo, que faz parte a Econorte que toma conta das praças de pedágios na BR-369, o Prefeito de Arapongas Sérgio Onofre e o Governador Beto Richa em meio de suas assessorias emitiram convite de solenidade para este final de semana, justamente para falar da BR-369.
 
A mesma BR-369 que foi alvo da Operação desta quinta-feira no PR, onde a PF investiga um assessor jornalista do Governo Richa um de seus braços direitos dentro do Governo do Estado, e documentos que foram apreendidos pela PF no Palácio Iguaçu, sede do Governo do Estado onde Richa fica, e outros documentos apreendidos no Celepar, a  PF deflagrou nesta quinta-feira a 48ª fase da Operação Lava Jato, a primeira de 2018. Batizada de Operação Integração, a ação apura corrupção na concessão de rodovias federais no estado do Paraná que fazem parte da estrutura batizada de “Anel da Integração”, geridas pelo consórcio Econorte, do grupo Triunfo.  A Casa Civil do governo paranaense foi um dos alvos da PF. Seis pessoas foram presas temporariamente, entre elas, o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem no Paraná (DER/PR), Nelson Leal. Mandados de busca e apreensão também foram cumpridos na presidência do Departamento de Estradas de Rodagem no Paraná (DER/PR) e na Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar).
 
As buscas foram feitas no gabinete do jornalista Carlos Nasser, que atua na agenda de Richa dentro da Casa Civil. A Polícia Federal não informou quais as acusações que pesam contra o servidor que foi exonerado nesta quinta-feira (22) pelo próprio Governador Beto Richa, mas parece que esta situação não vai atrapalhar um evento envolvendo o Prefeito de Arapongas Sérgio Onofre (PSC) e o Governador Beto Richa (PSDB), que são melhores amigos no próximo sábado (24), às 10 horas na Prefeitura de Arapongas.
 
O que o evento de sábado (22), tem haver com o que ocorreu nesta quinta-feira (22) na Operação Lava Jato: a rodovia BR-369, a mesma investigada pelo MPF, e PF que corta Arapongas depois do pedágio e que terá um contorno milionário que Onofre vai assinar com Richa. Chama a atenção o valor da obra R$ 120 milhões de reais.
 
Não foi divulgado mais detalhes deste contrato entre o Governo do PR e a Prefeitura de Sérgio Onofre, pois não foram informados quantos quilômetros de obras serão realizados e nem a previsão de entregas desta obra faraônica.
 
Sérgio Onofre que já está sofrendo um desgaste tremendo com a população de Arapongas desde a metade do ano passado, após fechar acordo com a empresa Viapar que é responsável pelo Pedágio de Arapongas/Rolândia, a qual o prefeito mandou fechar a Rua Rabilonga Vermelha para impedir o direito de ir e vir do cidadão de Arapongas. O Movimento Tarifa Zero das cidades de Rolândia e Arapongas, promoveu manifestações contrárias a arbitrariedade do prefeito jornalista Sérgio Onofre que antes defendia os araponguenses das altas cobranças do pedágio na TV em seu programa, só que foi sentar na cadeira como prefeito, que mudou o discurso rapidamente.
 
Vale lembrar que Onofre mandou a leilão através de um decreto de Lei em 2017, os terrenos da Rua Rabilonga Vermelha que dá acesso aos desvios do pedágio de Arapongas, e a data foi remarcada, segundo edital publicado. Vereadores de oposição cobram uma resposta do Prefeito que não toca mais no assunto.
Fonte: AN Notícias

Galeria de Imagens