Carregando...

Alerta!

logo Aérea é acusada de estimular assédio sexual por uniforme curto - Notícias - AN Notícias Aérea é acusada de estimular assédio sexual por uniforme curto - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 16 de Dezembro de 2018

SAIBA MAIS

Dia do Reservista - Dia de Santo Eusébio - Dia do Teatro Amador e ia Nacional de Bahrein -
15/03/2014 11h29

Aérea é acusada de estimular assédio sexual por uniforme curtoFederação Japonesa de Comissários disse que a empresa trata as mulheres como objeto com o objetivo de atrair clientes

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

A companhia aérea japonesa de baixo custo Skymark Airlines foi alvo de críticas devido as curtas minissaias que passaram a fazer parte do uniforme das comissárias de bordo, segundo informações publicadas neste sábado pelo jornal Folha de S.Paulo. A Federação Japonesa de Comissários afirmou que a empresa estimula o assédio sexual com as roupas e trata as mulheres como objeto com o objetivo de atrair clientes.

 

De acordo com o jornal, a entidade considera que o uniforme não é apropriado para o trabalho das comissárias, que inclui posições de agachamento ou alongamento. Um porta-voz da empresa negou que a companhia trate as mulheres como objetos. Segundo o jornal, os novos uniformes fazem parte da companha da aérea para promover a estreias de rotas domésticas de primavera com modelos Airbus A330-300. De acordo com o porta-voz, a minissaia será utilizada apenas durante os seis meses da campanha.

Fonte: Terra

Galeria de Imagens