Carregando...

Alerta!

logo 'Sobrevivi porque segui os protocolos de segurança', diz comissário de voo da Chape - Notícias - AN Notícias 'Sobrevivi porque segui os protocolos de segurança', diz comissário de voo da Chape - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 18 de Setembro de 2018

SAIBA MAIS

Dia dos Símbolos Nacionais - Dia da Televisão - Dia de Santa Sofia e São José de Cupertino - Semana da Comunidade -
01/12/2016 09h13

'Sobrevivi porque segui os protocolos de segurança', diz comissário de voo da Chape"Sobrevivi porque segui os protocolos. Naquela situação, muitos se levantaram das cadeiras e começaram a gritar"

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

Entre os seis sobreviventes da tragédia do voo da Chapecoense, na madrugada desta terça-feira, havia dois membros da tripulação: Ximena Suárez e Erwin Tumiri. Segundo Tumiri, ele sobreviveu por ter seguido à risca os protocolos de segurança de acidentes aéreos, enquanto o restante dos passageiros não o fez.

"Sobrevivi porque segui os protocolos. Naquela situação, muitos se levantaram das cadeiras e começaram a gritar, mas eu coloquei as malas entre minhas pernas para formar a posição fetal que se recomenda nos acidentes", declarou, à Rádio Caracol.

Os números finais da tragédia foram divulgados no final da tarde brasileira por ???Carlos Iván Márquez Pérez, diretor geral da Unidade Nacional para a Gestão de Riscos de Desastres. São 71 mortos e seis feridos.

19 jogadores da Chape, a comissão técnica encabeçada por Caio Júnior, dirigentes do clube, o presidente da Federação Catarinense (Delfim Peixoto), jornalistas da Fox Sports (dentre eles o ex-meia Mario Sérgio) e Globo faleceram na queda.

Além de Erwin e Ximena, três jogadores da Chapecoense (Alan Ruschel, Follmann e Neto) sobreviveram, assim como o jornalista Rafael Henzel.

O goleiro Danilo chegou a ser resgatado com vida, mas não resistiu aos ferimentos.

Em princípio se falou que 81 pessoas estavam a bordo entre 72 passageiros e nove tripulantes. Depois, porém, confirmou-se que quatro destes passageiros acabaram não embarcando.

Os tripulantes que não sobreviveram foram os pilotos Miguel Quiroga, Ovar Goitia e Sisy Arias e os comissários Alex Quispe, Gustavo Encinas e Ángel Lugo, além do passageiro Rommel Vacaflores, todos bolivianos - a aeronave da empresa Lamia era do país andino.
Fonte: MSN Brasil

Galeria de Imagens