Carregando...

Alerta!

logo Maringaense recupera vestido picotado e fica entre as dez do Miss Internacional - Notícias - AN Notícias Maringaense recupera vestido picotado e fica entre as dez do Miss Internacional - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 16 de Dezembro de 2018

SAIBA MAIS

Dia do Reservista - Dia de Santo Eusébio - Dia do Teatro Amador e ia Nacional de Bahrein -
06/11/2015 05h28

Maringaense recupera vestido picotado e fica entre as dez do Miss InternacionalSegundo Elaine Barrionuevo, a organizadora da etapa brasileira, Isis chega ao Brasil domingo

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
Após ter o vestido picotado supostamente pela representante de Cuba, a maringaense Isis Stocco, representante do Brasil, ficou entre as dez finalistas no concurso Miss Beleza Internacional 2015, realizado na madrugada desta quinta-feira, no Japão.


À disposição da loira ficou uma costureira que conseguiu consertar a peça. O vestido, no entanto, ficou sem as mangas de pérola. Além do figurino cortado, Isis teve o celular furtado e alguns biquínis que levou sumiram.

Segundo Elaine Barrionuevo, a organizadora da etapa brasileira, Isis chega ao Brasil domingo e não deve levar o caso adiante. “Ela é madura e isso não a abalou, tanto que tivemos um resultado muito satisfatório”, diz ela, acrescentando ainda que está sem contato com a miss. "O celular dela foi encontrado na privada". Heidey Fass, a cubana, não ficou entre as finalistas. Ela e a brasileira dividiam o mesmo quarto de hotel.

Há uma semana, Isis Stocco chegou ao quarto e encontrou seu vestido todo picotado. As misses Venezuela e Canadá chegaram a afirmar que emprestariam um vestido para a brasileira. Apesar das acusações de Isis Stocco, a organização do concurso não conseguiu provar que ela seria a culpada. A vencedora do concurso foi a Miss Venezuela, Edymar Martinez, seguida da Miss Honduras, Jennifer Valle, e a Miss Quênia, Eunice Onyango.
Fonte: G1

Galeria de Imagens