Carregando...

Alerta!

logo Miss Bumbum Brasil coroou a catarinense Indianara Carvalho - Notícias - AN Notícias Miss Bumbum Brasil coroou a catarinense Indianara Carvalho - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 23 de Junho de 2018

SAIBA MAIS

Dia do Atleta Olímpico - Dia do Migrante - Dia Nacional do Desporto - Dia do Lavrador e Dia de Corpus Christi -
19/11/2014 10h04

Miss Bumbum Brasil coroou a catarinense Indianara CarvalhoO evento foi apresentado pela modelo Andressa Urach, a eterna "vice-Miss Bumbum

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

Tente espremer umas 40 pessoas por uma porta. Coloque ainda nessa equação câmeras profissionais, lentes, tripés, mochilas e filmadoras. Confusão na certa.

Todos correm enquanto se acotovelam em busca de um lugar para fotografar.

Enquanto todos se preparam, é possível escutar jornalistas falando espanhol e outros profissionais falando japonês.

Eu juro.

“Se você ficar se mexendo, vai estragar todas as minhas fotos. Você é profissional?”. As alfinetadas seguem e não surtem efeito algum.

Fotógrafos profissionais disputam espaço com amadores que prontamente abandonam seu equipamento para tirar fotos com celulares e mandarem rapidamente para seus grupos de amigos do Whatsapp.

Eterna vice
A apresentação do evento fica por conta de Andressa Urach. A eterna “vice-Miss Bumbum” não poderia representar melhor o espírito do prêmio. Com um vestido que, segundo ela, custou R$ 35 mil, a modelo é alvejada por flashes enquanto a transparência do figurino revela o corpo que já vimos bastante por aí. Tudo mesmo. Como grande mentora daquelas quinze garotas ali enfileiradas e besuntadas de óleo, a gaúcha dá dicas valiosas para a carreira destas jovens.

“A vencedora poderá ostentar o título de Miss Bumbum por um ano. Aproveitem, causem bastante e mostrem bastante o bumbum”, disse, inclusive criticando a vencedora da edição 2013, Daiane Macedo, que desfilou, mas se recusou a mostrar as nádegas aos fotógrafos. “Não entendo essas meninas. Participam do concurso chamado Miss Bumbum e não mostram a bunda? Quer ser atriz da Globo, faz outro concurso então. Faz a alegria da imprensa”.

Após a recusa da até então Miss Bumbum em atividade, Andressa Urach optou por ela mesma mostrar o traseiro. “Faz a alegria da imprensa”, disse repetidas vezes, até convidar sua estilista ao palco enquanto os votos eram contabilizados.
 

Ops
Jennifer Pamplona é a estilista do tal vestido de R$ 35 mil de Andressa Urach. Antes da cerimônia começar, ela já aparecia em um dos cantos e, com um “descuido” cirúrgico, deixou um mamilo à mostra.

Fiz a foto e me impressionei com o descuido.

Ingênuo que sou.

Ao ser convidada ao palco, Jennifer fez questão de arrumar o seu vestido por diversas vezes. Pelo menos em dez momentos ela puxou as alças para revelar seus seios enquanto as máquinas fotográficas disparavam sem cessar e lotavam seus cartões de memória com registros em alta definição dos seios da moça.

Com certeza o momento mais esperado da noite. As quinze garotas são apresentadas para dois desfiles: o primeiro em traje “de gala”, sumariamente ignorado por todos, e em seguida de biquíni.

O desfile da parte de biquíni transforma os homens em espectadores de uma boate de strip. “Gostosa!”, “dá uma rebolada”, “vira”, ”abaixa”. Nesta altura, a parte amadora dos fotógrafos que reclamava das posições ruins nem lembrava direito o que estava fazendo lá.
 

No palco, as garotas fazem o que podem para impressionar os jurados. Rebolam, colocam o dedo na boca, fazem caras vulgares, se atiram no chão, dão tapas nas nádegas, se agacham e usam todo o seu repertório.

Claudia Alende, a representante do Paraná, entrou na passarela com uma bandeira do Brasil, esta que esfregou por todo o corpo antes de dispensá-la. O apelo no ano marcado pela Copa do Mundo, Eleições e protestos não surtiu o efeito esperado e garantiu apenas a segunda colocação para a garota, apontada pelos próprios divulgadores como sósia da atriz Megan Fox.

O título acabou nas mãos de Indianara Carvalho, representante do Estado de Santa Catarina, que levou as mãos aos lábios e comemorou a vitória rebolando várias vezes até o chão, junto com suas companheiras de pódio.
 

A decisão final dos jurados causa um novo corre-corre. Os fotógrafos e cinegrafistas entram na área protegida para registrar a vitória da catarinense e se amontoam sobre a passarela.

Não penso duas vezes.

Pego a minha câmera e corro. Mas no sentido oposto enquanto ligo para a cooperativa de táxi.

- Está hospedado aí no hotel? Você é do Terra, não é?

Questiona o taxista, um senhor grisalho que atendeu minha corrida por volta das 23h45 – um horário razoável lembrando das apostas mais pessimistas feitas no início do evento.

- Não estou hospedado não. É um evento que estou cobrindo.

Ele segura a curiosidade, mas não resiste após rodar meio quarteirão.

- Que evento que está acontecendo aí?

- O senhor não vai acreditar. É o Miss Bumbum.

- Miss Bumbum?

- Isso. Como se fosse o Miss Brasil, mas de bundas.

- E te colocaram nessa enrascada hoje?

- Pior. Eu vim porque queria cobrir mesmo.

O silêncio toma conta do carro enquanto cruzamos a Rua da Consolação.

Ele retoma:

- Jornalista tem umas coisas estranhas né?

- É. Tem sim.

 

 

 

 

Fonte: Terra

Galeria de Imagens