Carregando...

Alerta!

logo Com ventos de 250 km/h, furacão Michael atinge a Flórida com força - Notícias - AN Notícias Com ventos de 250 km/h, furacão Michael atinge a Flórida com força - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 21 de Outubro de 2018

SAIBA MAIS

Dia do Contato Publicitário - Dia de Santa Úrsula - Dia Nacional da Somália -
10/10/2018 04h54

Com ventos de 250 km/h, furacão Michael atinge a Flórida com forçaTempestade, que no momento está na categoria 4, é a mais forte a atingir a região noroeste da Flórida na história, segundo meteorologistas

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

O furacão Michael atingiu com força o noroeste da Flórida, na tarde desta quarta-feira (10), com ventos de até 250km/h.

Atualmente na categoria 4, esta já é a tempestade tropical mais forte a chegar à região em todos os tempos e o mais intenso deste século nos EUA.

Baseado na força dos ventos, Michael também é o furacão mais intenso a atingir todo o território norte-americano desde a passagem do furacão Andrew, da categoria 5, em agosto de 1992, segundo a CNN.

O governador da Flórida, Rick Scott, disse em uma entrevista coletiva pela manhã que Michael é a maior tempestade a chegar ao estado "em pelo menos um século".

A força da tempestade, que tem potencial para causar inundações de mais de 4 metros, é tamanha que já causa ventos fortes em um raio de mais de 500 quilômetros, e já afeta os estados do Alabama e da Geórgia.
 

Ordem de evacuação em 20 cidades

Mais de 2,1 milhões de moradores de pelo menos 20 municípios da Flórida estavam sob ordens de evacuação obrigatórias ou voluntárias.

Na coletiva, o governador Rick Scott disse que teme pela vida de cerca de 50 moradores em pequenas ilhas de barreira no condado de Franklin, que se recusaram a evacuar suas casas.

A região noroeste do estado é composta por áreas rurais, pequenas cidades turísticas, praias, reservas de vida selvagem e Tallahassee, a capital do estado.

No total, a área que pode ser afetada por Michael tem cerca de 30 milhões de moradores.

Desespero na Flórida

"Meu Deus, é assustador. Eu não esperava tudo isso", disse Bill Manning, de 63 anos, um funcionário de supermercado que deixou sua van em Panama City, na Flórida, para se abrigar em um hotel que já estava sem energia.

"Eu não sei se vai sobrar muita coisa de Panama City", disse Manning à agência Reuters.

Mesmo antes do Michael chegar ao continente, a tempestade já havia arrancado árvores com seus ventos e provocado enchentes nas cidades de Apalachicola e Port St. Joe.

"Parece que você não sabe quando a próxima árvore cairá em cima de você porque está ventando tão ferozmente", disse o prefeito de Port St. Joe, Bo Patterson. "Você só não sabe quando a próxima vai cair. É muito, muito assustador. Nós temos árvores sendo levantadas pela raiz, chuva pesada, pesada".

 

Fonte: AN Notícias com R7