Carregando...

Alerta!

logo Leão sequestrado em SP é encontrado em Maringá - Notícias - AN Notícias Leão sequestrado em SP é encontrado em Maringá - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 23 de Junho de 2018

SAIBA MAIS

Dia do Atleta Olímpico - Dia do Migrante - Dia Nacional do Desporto - Dia do Lavrador e Dia de Corpus Christi -
05/05/2014 11h42

Leão sequestrado em SP é encontrado em MaringáO leão Rawell, sequestrado em Monte Azul Paulista (SP), foi localizado em Maringá

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

O leão Rawell, sequestrado em Monte Azul Paulista (SP), foi localizado em Maringá, no norte do Paraná, neste sábado (3). A Polícia Civil cumpriu o mandado de busca e apreensão do animal, expedido pela Justiça parananese, no criadouro do ex-dono do leão, Ary Marcos, que abriga mais de dez tigres.

O leão, de 9 anos e 300 quilos, foi furtado na madrugada de quinta-feira (1º). O médico Oswaldo Garcia Junior, dono do criadouro onde o animal estava, diz que homens arrombaram o portão do centro de reabilitação, abriram a jaula e sequestraram o felino.

Neste sábado, um funcionário do criadouro de Maringá foi preso por desobediência porque não permitiu que os policiais entrassem no local.

"Teve uma discussão entre os donos dos criadouros do Paraná e de São Paulo. O Ary apresentou um documento do Ibama que diz que ele é o fiel depositário do animal. Eles tentaram entrar em acordo, mas não conseguiram. Foi aí que o Ary decidiu agir com as próprias mãos", diz o delegado Leandro Roque, que afirmou, ainda, que o leão vai seguir no criadouro de Maringá já que não tem para onde ser levado.

Segundo o delegado, Ary Marcos não está na cidade e vai ter de comprovar a posse de Rawell na delegacia de Monte Azul Paulista. Se os documentos forem ilegais, ele pode ser indiciado por furto. O advogado de Ary Marcos não quis falar com a imprensa.

Já o delegado Carlos Arnaldo Nicodemos Andrade, que investiga o caso no interior de São Paulo, disse que Ary Marcos doou o felino em 2009 ao centro de reabilitação de onde o animal foi levado. “Temos a cópia desse documento que dá ciência da doação, datado de 2009, com doação assinada pelo Ary. Não existe outro documento posterior, não é do meu conhecimento”, afirmou o delegado.

O titular da Polícia Civil em Monte Azul Paulista disse que esperaria ser oficialmente comunicado sobre o resgate do leão antes de tomar providências sobre o caso. Ele também afirmou que Garcia Junior se dispôs a ir ao Paraná reconhecer o animal e que o suspeito deve ser ouvido pela Polícia Civil em Maringá. “Como houve expedição de uma carta precatória [à Polícia Civil do Paraná], ele será ouvido lá e a documentação será encaminhada para mim.”

Imagens de câmeras de segurança de uma chácara vizinha mostram uma caminhonete invadindo o criadouro com um objeto parecido com uma jaula na carroceria. Nas gravações também aparecem dois homens andando pela rua que dá acesso ao local com um objeto que, segundo a polícia, pode ter sido usado para sedá-lo. Os homens saem em marcha a ré e vão embora carregando o felino, ainda conforme a polícia.

Rawell, segundo Junior, foi doado pelo dono do criadouro de Maringá. O médico disse que um dos homens que aparecem nas imagens das câmeras de segurança é o ex-dono do leão.

Fonte: G1