Carregando...

Alerta!

logo Polícia investiga envolvidos na morte de tubarão em praia paranaense - Notícias - AN Notícias Polícia investiga envolvidos na morte de tubarão em praia paranaense - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 10 de Abril de 2020

SAIBA MAIS

Dia da Engenharia - Dia de São Miguel dos Santos -
20/02/2020 12h45

Polícia investiga envolvidos na morte de tubarão em praia paranaenseOs envolvidos podem responder pelo crime de maus tratos previsto na lei de crimes ambientais

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
Policiais civis da Delegacia de Guaratuba investigam as pessoas envolvidas na morte de um tubarão, que foi encontrado, na manhã desta quarta-feira (19), encalhado na areia do Balneário Eliane, em Guaratuba, no Litoral do Paraná. Um vídeo mostra o momento em que o bicho é encontrado com vida e arrastado por moradores para longe da água.

A delegada Fernanda Lima conta que logo que a notícia da morte do animal chegou até as autoridades, as investigações começaram e os fatos estão sendo apurados. “As pessoas envolvidas estão sendo identificadas. Vamos analisar a conduta das pessoas que puxaram o animal para longe da água, de quem fez o vídeo e se tinha possibilidade de ajudar, e também a questão da pesca ilegal, já que há a suspeita de que o animal teria sido machucado por algum artefato de pesca”, disse a delegada que informou estarmos em um período no qual a pesca está proibida.

As condutas podem caracterizar, segundo Lima, o crime de maus tratos previsto na lei de crimes ambientais, com pena de 3 meses a um ano, além de multa. O crime de pesca ilegal tem pena de 1 a 3 anos de prisão e prevê também o pagamento de multa.

Um laudo estaria sendo feito para identificar o que teria provocado a morte do tubarão. “Está sendo confeccionado um laudo sobre a causa da morte do animal e se o fato de terem arrastado ele pela areia teria agravado a situação”, afirmou Lima.

O tubarão tinha dois metros, seria um filhote e estava exatamente no local em que, há alguns dias, um surfista levou uma mordida no pé.

Equipes do Centro de Estudos do Mar da UFPR recolheram o animal.
Fonte: AN Notícias com Banda B

Galeria de Imagens