Carregando...

Alerta!

logo Doria é hostilizado por moradores de rua ao entregar cobertores - Notícias - AN Notícias Doria é hostilizado por moradores de rua ao entregar cobertores - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 17 de Janeiro de 2018

SAIBA MAIS

Dia do Tribunal de Contas Brasileiro - Dia de Santo Antão -
21/07/2017 12h01

Doria é hostilizado por moradores de rua ao entregar cobertoresPrefeito respondeu também à acusação de que equipes da prefeitura molharam algumas pessoas no centro da cidade: 'Não houve jato d’ água em ninguém', disse

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), foi expulso por moradores de rua quando tentava, na noite desta quarta-feira, distribuir cobertores à população sem teto da região. A principal queixa dos manifestantes, que chegaram a chamar o prefeito de assassino, refere-se à morte, supostamente por frio, de um morador de rua nesta semana.

A assessoria de imprensa da Prefeitura falou que não vai comentar o episódio da expulsão do prefeito. Segundo o órgão, “as equipes da Defesa Civil, Assistência Social e Guarda Civil Metropolitana distribuíram mais de 1.000 cobertores pela cidade”. A meta é entregar oito mil até o final da semana.

Após acusação de jogar jatos de água em moradores de rua na tarde de quarta, a mais fria do ano, o prefeito foi criticado pela ação de funcionários terceirizados que faziam a limpeza de vias públicas na região da Sé, onde grupos de pessoas dormiam.

A notícia foi veiculada pela rádio CBN. A Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São Paulo informou que isso não ocorreu, que o procedimento por parte dos funcionários é “sempre o mesmo” e que “as pessoas são abordadas, informadas sobre a ação e é solicitada a retirada dos pertences do local que será limpo”.

Fonte: AN Notícias com Veja