Carregando...

Alerta!

logo A legalização da maconha leva à redução do consumo entre jovens - Notícias - AN Notícias A legalização da maconha leva à redução do consumo entre jovens - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 19 de Outubro de 2019

SAIBA MAIS

Dia da Juventude Missionária - Aniversário de Piauí - Dia do Securitário - Nasceu Bento Gonçalves e Dia do Guarda Noturn -
19/09/2019 10h30

A legalização da maconha leva à redução do consumo entre jovensAs descobertas, publicadas na revista JAMA Pediatrics, destacam a necessidade dos pesquisadores de usarem levantamentos representativos

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
Segundo um estudo publicado em dezemro de 2018 pelo Jornal da Associação Médica Americana, o uso de maconha entre adolescentes no estado de Washington parece ter declinado nos anos após sua legalização   em 2012, contradizendo estimativas anteriores sobre a tendência.

Os investigadores da RAND Corporation e de outras organizações descobriram que a queda no consumo de maconha entre os alunos do oitavo e décimo ano, em Washington, após a legalização, foi pequena, mas a uma quantidade estatisticamente significativa, enquanto nenhuma mudança foi observada entre os alunos da décimo segundo ano.

As descobertas, publicadas na revista JAMA Pediatrics, destacam a necessidade dos pesquisadores de usarem levantamentos representativos ao tentarem determinar a influência que a legalização tem no uso da maconha por jovens.

O novo estudo utilizou resultados da Washington Healthy Youth Survey (Pequisa sobre Jovens Saudáveis de Washington), que é realizada em uma amostra aleatória de escolas públicas do estado a cada dois anos. Os pesquisadores analisaram os resultados das pesquisas de 2014 e 2016 e compararam as descobertas com períodos anteriores à legalização da maconha.

Um estudo prévio sobre o uso de maconha por jovens após a legalização, analisou as informações da Monitoring the Future (Monitorando o Futuro) sobre os comportamentos, atitudes e valores dos estudantes americanos. Vale destacar que, embora esta pesquisa colete uma grande quantidade de informações em nível nacional, ela não inclui participantes suficientes para produzir amostras representativas de cada estado da união.

Os pesquisadores dizem agora que a pesquisa do estado de Washington fornece melhores informações sobre o uso de maconha entre adolescentes porque é representativa dos estudantes da região e inclui participantes suficientes para rastrear o uso em diferentes partes do estado ao longo do tempo.

O novo estudo constatou que a prevalência do uso de maconha caiu entre os adolescentes de Washington durante 2014 e 2016 em comparação a 2010 e 2012. Entre os alunos do oitavo ano, a prevalência do uso de maconha caiu de 9,8% para 7,3%. Entre os alunos do 10º ano, o uso caiu de 19,8% para 17,8%. Contudo, nenhuma mudança foi relatada entre os alunos do 12º ano.
Os pesquisadores alertam que, embora os resultados destaquem uma tendência encorajadora, não há evidências suficientes para determinar como a legalização pode influenciar o uso de maconha por jovens no longo prazo.

Os pesquisadores dizem que, além de monitorar as tendências gerais do uso de maconha pelos jovens, trabalhos futuros precisam examinar questões como o volume do fornecimento de maconha em determinadas regiões, a quantidade e os tipos de publicidade de produtos com a substância e como a exposição a novos produtos afetam o consumo de adolescentes.

Outras questões a serem consideradas no futuro incluem se certos grupos de adolescentes têm mais ou menos probabilidade de usar maconha e padrões de consumo pelos jovens.

Desde 1989, o Centro de Pesquisa de Políticas sobre Drogas da RAND realiza estudos para ajudar os formuladores de políticas nos Estados Unidos e em todo o mundo a abordar questões que envolvem álcool e outras drogas. Ao fazer isso, o Centro traz uma perspetiva objetiva e orientada por dados para o debate político, que frequentemente é emocional e fragmentado.

Fonte: AN Notícias com RBN