Carregando...

Alerta!

logo Após ameaças de morte, Galvão Bueno reforça segurança e faz apelo - Notícias - AN Notícias Após ameaças de morte, Galvão Bueno reforça segurança e faz apelo - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 15 de Setembro de 2019

SAIBA MAIS

Dia do Cliente - Dia da Independência da América Central - Dia do Musicoterapeuta - Dia de Nossa Senhora das Dores -
05/09/2019 09h54

Após ameaças de morte, Galvão Bueno reforça segurança e faz apeloNarrador revela que foi vítima de uma fake news com relação a um jogo antigo do Grêmio e vem recebendo ameaças de palmeirenses

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

O narrador Galvão Bueno está assustado.

Após receber ameaças de morte pelas redes sociais e até em seu telefone particular, o jornalista esportivo reforçou a sua segurança, procurou a polícia e fez um desabafo. Palmeirenses enfurecidos estariam atormentando a vida do narrador. Vale lembrar que a relação dos torceiros do Palmeiras com a Globo não é das melhores.

Mas não é esse o motivo da confusão.

Galvão vem recebendo ofensas e ameaças de morte devido à disseminação de uma notícia falsa envolvendo um vídeo antigo.

Na semana passada, depois da eliminação do Palmeiras diante do Grêmio na Copa Libertadores, viralizou nas redes sociais um vídeo  mostrando o narrador  comemorando os gols do clube gaúcho. Durante o programa 'Bem, Amigos!', do SporTV, Galvão explicou o ocorrido e disse que se trata de um vídeo antigo e uma notícia fake.


O vídeo em questão, gravado nos bastidores da Globo, mostrava, na verdade, Galvão celebrando o gol do Grêmio na semifinal do Mundial de Clubes de 2017, diante do Pachuca.

“Eu sei o que passei nesses últimos dias, até com ameaça de morte nas redes sociais. E o pior que foi alguém de dentro da casa que fez uma filmagem de uma transmissão, em que eu narrava um gol do Grêmio. Arnaldo Cezar Coelho estava do meu lado. Ele parou em dezembro do ano passado. E quem eu cumprimento na hora do gol é o Arthur, campeão com o Grêmio da Libertadores, que estava machucado e não pôde ir para o Mundial de Clubes, e comentou o jogo conosco”, explicou Galvão.

“O jogo é de dezembro de 2017, semifinal do Mundial de Clubes. O Grêmio era o Brasil no Mundial. Foi colocado nas redes sociais e viralizou como se fosse atual,  uma  narração do gol do Grêmio contra o Palmeiras nas quartas de final da Libertadores. Jogo que a Globo nem transmitiu. Eu assisti de Porto Alegre. O que eu fui xingado é coisa de louco. Até aí tudo bem, mas ameaça de morte? Mais respeito, mais calma!”, protestou Galvão.

Galvão reforçou os cuidados com a segurança dele e da família e repassou algumas dessas ameaças para a polícia. O narrador está assustado.

Fonte: AN Notícias com R7