Carregando...

Alerta!

logo Curitiba terá protestos contra e a favor de Lula; veja a programação - Notícias - AN Notícias Curitiba terá protestos contra e a favor de Lula; veja a programação - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 15 de Dezembro de 2017

SAIBA MAIS

Dia do Esperanto - Dia de São Mesmim - Dia do Jardineiro - Dia do Amigo Secreto e Dia do Jornaleiro -
09/05/2017 12h15

Curitiba terá protestos contra e a favor de Lula; veja a programaçãoAtos de apoio e contrários ao ex-presidente devem ser realizados a partir de terça-feira (9), com a participação de manifestantes vindo de todo o país

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

O depoimento do ex-presidente Lula em Curitiba está marcado para as 14 horas da próxima quarta-feira (10). As movimentações de apoiadores e críticos do petista na capital paranaense, porém, devem começar já na terça-feira (9). Nesta data está prevista a chegada de boa parte dos manifestantes de outros municípios e estados.

Lula em Curitiba: Defensoria recorre ao STJ para manter acampamentos

De acordo com o secretário municipal de Defesa Social, Algacir Mikalovski, após reunião entre os órgãos estaduais e municipais responsáveis pelo esquema de segurança para a ocasião na tarde desta segunda-feira (8), ficou decidido que o acampamento dos manifestantes favoráveis ao ex-presidente que vierem de outros municípios e estados fica em um terreno ao lado da Rodoferroviária (Av. Pres. Affonso Camargo). A estrutura já funcionava na noite desta segunda-feira na região central.

Apoiadores de Lula, a Frente Brasil Popular, o Fórum de Lutas 29 de Abril e a CUT devem dar continuidade à “Jornada de Lutas pela Democracia”, iniciada no dia 2 de maio, com atividades no dias 9 e 10. Para terça-feira estão marcados um ato contra a Reforma Agrária a partir das 7h na BR-277 – no trecho entre Curitiba e Campo Largo –; uma conferência em defesa da Constituição Federal e da democracia no acampamento ao lado da rodoviária (das 13h30 às 17h); e ainda uma vigília inter-religiosa em frente à Catedral Basílica de Curitiba, a partir das 19h.

Na quarta, além de assembleias e encontros dos movimentos sociais durante a manhã no acampamento, haverá atividades culturais na Praça Santos Andrade, das 10h às 18h. Estão programados shows de artistas locais, como o bloco carnavalesco Garibaldis & Sacis, e os músicos Estrela Leminski & Téo Ruiz, e Itaércio Rocha. Às 18 horas, no mesmo local, está marcado um ato que deve contar com a participação de Lula e outros políticos.

Inicialmente, as atividades estavam programadas tanto na Praça Santos Andrade quanto na Boca Maldita. Contudo, após a reunião, ficou decidido que tudo ficará concentrado na praça. Esse será o local da aula pública sobre os limites da Lava Jato, das 20h30 às 22 horas, que será ministrada por juristas.

Leia também: Depoimento de Lula em Curitiba modifica rotina dos comércios próximos à Justiça Federal

Além do acampamento, haverá estacionamento para os ônibus no Tarumã. “Para o estacionamento [para os ônibus que trouxerem os manifestantes], a prefeitura cedeu um terreno em frente ao Pinheirão e um terreno na região do Parque dos Tropeiros (CIC), caso a demanda ultrapasse o espaço [perto do estádio]”, afirmou.

De acordo com a organização do evento, cerca de 50 mil pessoas devem participar dos atos favoráveis ao ex-presidente em Curitiba. A programação completa pode ser encontrada nas páginas dos grupos no Facebook.

Apoio à Lava Jato

Atos contrários ao ex-presidente Lula e favoráveis à operação Lava Jato também irão ocorrer em Curitiba. Os protesto seguem marcados apesar do pedido feito pelo juiz Sergio Moro, para que as pessoas da capital ou de fora não fizessem manifestações para demonstrar o apoio às investigações. Moro afirmou que o objetivo do pedido é impedir que haja conflito e que nele alguém saia machucado.
 

Nesta terça, o Movimento Brasil Livre (MBL) vai realizar uma vigília na Rua Anita Garibaldi, no primeiro bloqueio de acesso à região do prédio da Justiça Federal. O ato está marcado para as 20 horas. Apesar de confirmada pelo movimento, conforme o secretário municipal de Defesa, a vigília não faz parte da programação oficial do dia. De acordo com Mikalovski, o MBL não apresentou esse ato como sendo parte das atividades programadas pelo movimento.

De acordo com Narli Resende, do Curitiba Contra a Corrupção, nada foi programado para terça, pois será um dia dedicado a recepcionar os manifestantes de outros estados.“Estamos esperando uma média de 500 pessoas. São três ônibus de Minas [Gerais], mas tem pessoas vindo do Rio Grande do Norte, do Distrito Federal, em bastante gente de São Paulo - capital e interior, do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná e parece que vem gente do Mato Grosso também”, enumera.

No dia do depoimento do ex-presidente, os atos tanto do MBL quanto Curitiba Contra a Corrupção serão realizados no Museu Oscar Niemeyer (MON). Conforme o líder do MBL em Curitiba, Éder Borges, a manifestação do grupo está marcada para as 10h e deve contar com a presença de Kim Kataguiri e Arthur Do Val, do canal do Youtube “Mamãe, Falei”, além do Pixuleco – boneco inflável de Lula com roupa de presidiário.

Borges ainda não tem uma estimativa de público, mas acredita que estarão presentes não apenas manifestantes de Curitiba, como pessoas de outros locais do país. Aos que não puderem comparecer ao ato, Borges pede que estendam bandeiras do Brasil ou faixas verde e amarelas nas janelas de suas casas para demonstrarem seu apoio. O líder do MBL na capital disse não ter conhecimento sobre excursões que estejam vindo à capital para protestar contra a Lula.

Já o grupo Curitiba Contra a Corrupção, que está trabalhando com o apoio do UFPR Livre e do Libra, revela que está planejando atividades para quarta que também devem começar pela manhã. A programação completa, no entanto, ainda não foi finalizada.

 

Fonte: AN Notícias com Gazeta do Povo

Galeria de Imagens