Carregando...

Alerta!

logo Manifestantes pró-Lula marcam protesto no Palácio Iguaçu  - Notícias - AN Notícias Manifestantes pró-Lula marcam protesto no Palácio Iguaçu - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 14 de Dezembro de 2018

SAIBA MAIS

07/04/2018 10h20

Manifestantes pró-Lula marcam protesto no Palácio Iguaçu Neste sábado a manifestação foi de manhã e domingo também deve ocorrer às 10 horas

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

Integrantes da Central Única dos Trabalhadores e do Partido dos Trabalhadores marcaram para este sábado e domingo novas manifestações em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em Curitiba. Neste sábado (7), os apoiadores devem se reunir às 8h, em ato no Palácio Iguaçu, sede do governo do Paraná. No dia seguinte, a manifestação está marcada para  ocorrer às 10h, na Praça Santos Andrade.   

Nesta sexta-feira (6), um ato começou por volta das 14 horas e reuniu cerca de 400 pessoas no início da noite também na Praça Santos Andrade, em frente ao prédio histórico da Universidade Federal do Paraná.

A concentração mantém expectativa de orientação da base que se formou entorno do ex-presidente em São Bernardo do Campo (SP). Lula já decidiu não sair do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. 

O juiz Sergio Moro deu o prazo de até 17 horas para que o ex-presidente se entregasse e começasse a cumprir sua pena de 12 anos e um mês de prisão. Assim que o prazo chegou, estourou o coro de "não tem arrego" entre militantes. 

A Polícia Federal foi avisada por interlocutores de Lula que ele está à disposição e não resistirá à prisão.

O ex- presidente não pretende, no entanto, sair do sindicato para ir à sede da corporação. Os policiais teriam que buscá-lo. A PF, no entanto, teme pela segurança já que o local está cercado por militantes. As negociações continuam.

Segundo a assessoria de imprensa da 13ª Vara Federal do Paraná, o ex-presidente Lula não pode ser considerado foragido após as 17h e também não terá descumprido ordem judicial se não se apresentar depois deste horário.

No despacho desta quinta (5), o juiz Sergio Moro concedeu "em atenção à dignidade do cargo que ocupou, a oportunidade de apresentar-se voluntariamente à Polícia Federal em Curitiba até as 17:00" desta sexta.

Após o horário determinado pela Justiça, segundo a assessoria, cabe a Polícia Federal definir como vai prender. A PF já tem em mãos o mandado de prisão.

Fonte: AN Notícias com Bem PR

Galeria de Imagens