Carregando...

Alerta!

logo Para mostrar que contas foram “zeradas”, Prefeitura usa imagens de games famosos - Notícias - AN Notícias Para mostrar que contas foram “zeradas”, Prefeitura usa imagens de games famosos - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 22 de Janeiro de 2021

SAIBA MAIS

Dia de São Vicente - Dia de Santo Anastácio -
19/12/2013 09h15

Para mostrar que contas foram “zeradas”, Prefeitura usa imagens de games famososPrefeitura de Curitiba ousou mais uma vez na tarde quarta-feira (18)

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

Mantendo sua estratégia de comunicação pelas redes sociais, a Prefeitura de Curitiba ousou mais uma vez na tarde quarta-feira (18) para anunciar a quitação das dívidas que teriam sido deixadas pela gestão anterior. Através do Twitter, a prefeitura fez duas claras referências aos jogadores de vídeo-game que “zeram” o game quando chegam ao seu final. Os jogos escolhidos foram os japoneses Street Figther e Super Mário Bros, dois dos jogos mais clássicos do mundo.

Sobre o assunto abordado, a prefeitura explicou que o prefeito Gustavo Fruet sancionou esta semana três leis que praticamente encerram o processo de equacionamento das dívidas herdadas da gestão anterior, iniciado no começo do ano. Em resposta a um usuário, o perfil no microblog ainda definiu a situação como um “haduken” do reequilíbrio financeiro, se referindo ao poder especial do personagem Ryu, protagonista do jogo Street Figther.

Sanções

Uma das leis sancionadas reabre o prazo para credores que ainda não aderiram ao plano de renegociação das dívidas superiores a R$ 100 mil não empenhadas em 2012; outra abre crédito especial para quitar à vista dívidas com pequenos credores; e a terceira autoriza o reconhecimento de débitos relacionados a serviços de água e esgoto, energia elétrica e correio.

Os credores da Prefeitura de Curitiba que ainda não aderiram ao plano de novação (renegociação) das dívidas acima de R$ 100 mil não empenhadas em 2012 agora podem fazê-lo até o dia 28 de dezembro. O novo prazo está previsto na Lei 14.375. O prazo anterior havia se encerrado em 31 de julho.

Até aquele dia, 52 credores (de 64 relacionados) se manifestaram a favor da novação da dívida, de cerca de R$ 200 milhões. Deste montante, R$ 162 milhões já foram ratificados pelas respectivas secretarias, o que possibilita que o pagamento seja ordenado.

O plano de parcelamento da dívida dos grandes credores da Prefeitura foi criado pela Lei 14.263 – aprovada pela Câmara de Vereadores no dia 5 de julho – e regulamentado por decreto assinado pelo prefeito Gustavo Fruet, também em julho.

Os credores que aderiram ao plano aceitaram as condições de pagamento, que incluem o parcelamento. Créditos entre R$ 100 mil e R$ 1 milhão serão pagos em 24 parcelas mensais, a partir de janeiro de 2014. Para os que têm créditos a receber acima de R$ 1 milhão, o pagamento será feito em 36 parcelas mensais, também a partir de janeiro de 2014. A parcelas terão correção monetária, de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do IBGE.

Fonte: AN Notícias com Portal Banda B

Galeria de Imagens