Carregando...

Alerta!

logo Paulistano se recusa a pagar mais do que combinado a transexual e pula de janela de prédio - Notícias - AN Notícias Paulistano se recusa a pagar mais do que combinado a transexual e pula de janela de prédio - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 29 de Abril de 2017

SAIBA MAIS

Morte de Alfred Hitchcock - Dia Mundial das Associações Cristãs Femininas -
14/04/2017 10h52

Paulistano se recusa a pagar mais do que combinado a transexual e pula de janela de prédioFato foi registrado nesta madrugada de sexta-feira (14) em Curitiba

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

Um paulistano de 31 anos quebrou o braço ao pular do segundo andar de um prédio no Centro de Curitiba, na madrugada desta sexta-feira (14). Ele fugia do apartamento de três transexuais após um desacordo comercial. A confusão aconteceu na Avenida Visconde de Guarapuava quase esquina com a Marechal Floriano Peixoto. Apesar de a altura de sete metros, o homem quebrou apenas o antebraço. A Polícia Militar (PM) foi acionada para conter os ânimos dos envolvidos.

Segundo o homem, que está em Curitiba a trabalho, ele escolheu uma trans para um programa de R$ 80. No entanto, segundo ele, após o programa, duas entraram no quarto alegando que ele teria de pagar R$ 1,5 mil para sair do apartamento delas. Para tentar fugir do valor, o paulistano abriu a janela e pulou. O Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foi acionado para socorrer o homem

O soldado Neppel, socorrista do Siate, disse que a vítima poderia ter tido mais fraturas, devido a altura. “É um masculino, tem fratura no antebraço, acabou caindo de uma altura de sete metros, teve um desacordo, se desentendeu com outra pessoa. Tinha lesões no rosto também, de possíveis outras agressões, mas ele está bem. Mesmo sendo sete metros aí, segundo andar, ele está bem, ele pulou para fugir”, descreveu o socorrista à Banda B.

Durante o atendimento, as trans desceram do apartamento e deram outra versão ao ocorrido. Para a polícia, elas contaram que o homem passou mal durante o programa, vomitou em três cômodos da casa delas e pediram um dinheiro extra para as despesas com a limpeza.

A PM foi acionada, mas o Boletim de Ocorrência (BO) ainda não tinha sido confeccionado. A vítima foi levada ao Hospital Cajuru e deverá receber alta médica ainda hoje.

Fonte: AN Notícias com Banda B

Galeria de Imagens