Carregando...

Alerta!

logo Polícia Federal entra em confronto com manifestantes em frente ao prédio da PF em Curitiba - Notícias - AN Notícias Polícia Federal entra em confronto com manifestantes em frente ao prédio da PF em Curitiba - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 18 de Julho de 2018

SAIBA MAIS

Dia dos Veteranos de Guerra - Dia da Coroação de D. Pedro - Dia do Trovador -
07/04/2018 11h37

Polícia Federal entra em confronto com manifestantes em frente ao prédio da PF em CuritibaUm grupo de militantes do PT que aguardava a chegada de Lula em frente à PF, em Curitiba, se inflamou quando o ex-presidente desembarcou

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

Um grupo de militantes do PT que aguardava a chegada de Lula em frente à PF, em Curitiba, se inflamou quando o ex-presidente desembarcou e a Polícia Federal reagiu com bombas de efeito moral e disparos de balas de borracha. Informações extraoficiais dão conta de que pedras teriam sido atiradas contra os policiais e a imprensa. O grupo, que estava concentrado na Rua Sandália Monzon, recuou para a Rua João Gbur. Pelo menos duas pessoas ficaram feridas.

A concentração da ala pró-Lula começou a ganhar corpo por volta das 16 horas deste sábado. O PT chamou uma “vigília permanente” em frente ao local, para prestar solidariedade ao ex-presidente. Ao longo do dia foram registrados focos de confusão entre militantes petistas e manifestantes contrários ao ex-presidente em frente à PF. A Polícia Militar teve que ser acionada por jornalistas que trabalhavam no local para evitar confrontos.

O grupo Curitiba Contra Corrupção, que normalmente faz atos em apoio à Operação Lava Jato, chamou uma manifestação em frente ao prédio da PF e a tensão aumentou no local. Jornalistas que acompanhavam a movimentação na PF, em Curitiba, também foram hostilizados e agredidos por manifestantes que estavam ali para apoiar Lula.

A cela especial

Em Curitiba, Lula vai ficar em uma sala especial preparada para recebê-lo. Essa foi uma determinação do juiz Sergio Moro ao decretar a prisão. O local é usado como alojamento para agentes da Polícia Federal que vêm a Curitiba em missão. A sala, com cerca de 15 metros quadrados, tem uma cama, uma mesa e banheiro privativo e já estava sendo preparada para receber Lula há cerca de 15 dias. Moro autorizou também uma televisão dentro dessa sala.

Fonte: AN Notícias com Gazeta do Povo

Galeria de Imagens