Carregando...

Alerta!

logo Tarifas de pedágio caem 30% em seis praças nesta terça - Notícias - AN Notícias Tarifas de pedágio caem 30% em seis praças nesta terça - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 10 de Dezembro de 2019

SAIBA MAIS

Dia do Palhaço - Dia da Declaração Mundial dos Direitos Humanos - Dia dos Povos Indígenas e Dia de São Melquíades -
01/10/2019 11h07

Tarifas de pedágio caem 30% em seis praças nesta terçaVeja como ficam alguns valores

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

As tarifas do pedágio nas praças operadas no Estado pelas concessionárias Ecovia e Ecocataratas serão reduzidas em 30%, a partir de hoje, em razão do acordo de leniência fechado entre as empresas e a força-tarefa da Lava Jato do Ministério Público Federal (MPF) no Paraná. Ao todo serão reduzidas as tarifas em seis praças de pedágio de São José dos Pinhais (região metropolitana de Curitiba) na BR-277 entre a Capital e o Litoral do Estado; de Candói e Laranjeiras do Sul (região Central) e de Cascavel, Céu Azul e São Miguel do Iguaçu (região Oeste).

As tarifas serão reduzidas em 30% nas praças operadas pelas duas concessionárias. Na praça de São José dos Pinhais, por exemplo, o valor da tarifa para um automóvel que era de R$ 20,90 passa a ser de R$ 14,60. Segundo o MPF, foram destinados R$ 220 milhões para quitar 30% da tarifa devida pelos usuários. A diminuição estará vigente até que o valor previsto se esgote. A previsão é que dure mais de um ano.

O acordo também prevê o investimento de R$ 150 milhões na execução de obras nas rodovias. Serão R$ 130 milhões investidos no trecho administrado pela Ecocataratas e R$ 20 milhões naquele da Ecovia. As obras serão definidas pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) e pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes.

Além do desconto tarifário e das obras, R$ 30 milhões serão pagos como multa, prevista na Lei de Improbidade Administrativa e revertida para os cofres públicos do Estado. O acordo foi firmado em 12 de agosto, depois que a empresa Ecorodovias, que controla as duas concessionárias, reconheceu ter participado de um esquema de pagamento de propinas a políticos e agentes públicos em troca de aditivos contratuais que resultaram no aumento de tarifas e cancelamento de obras desde o ano 2000. O documento foi homologado pelo juízo da 1ª Vara Federal de Curitiba e pela Câmara de Combate à Corrupção do (MPF).

“Neste ano, pela primeira vez na história brasileira, concessionárias estão reconhecendo o pagamento de propinas e devolvendo centenas de milhões para a sociedade, que se beneficia com a redução dos pedágios, a realização de obras e a restituição de recursos que entram para o Paraná. Os acordos com as concessionárias superaram a marca de R$ 1 bilhão. Esse é um trabalho que merece continuar e se expandir para outros estados em que esquemas semelhantes devem ter existido”, disse o coordenador da Lava Jato, procurador Deltan Dallagnol.

CANCELA
Veja como ficam as novas tarifas para automóveis:
Praça
São José dos Pinhais de R$ 20,90 para R$ 14,60;
Candói de R$ 13,50 para R$ 9,50
Laranjeiras do Sul de R$ 13,50 para R$ 9,50;
Cascavel de R$ 13,50 para R$ 9,50;
Céu Azul de R$ 12,50 para R$ 8,80;
São Miguel do Iguaçu de R$ 16,40 para R$ 11,50.

Fonte: AN Notícias com Bem PR

Galeria de Imagens