Carregando...

Alerta!

logo Taxa de juros do cartão de crédito registra quinta alta consecutiva - Notícias - AN Notícias Taxa de juros do cartão de crédito registra quinta alta consecutiva - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 11 de Dezembro de 2019

SAIBA MAIS

Dia de Santa Dionísia - Aniversário de Belo Horizonte - Dia da Bíblia - Dia de Nossa Senhora de Guadalupe -
25/10/2019 10h33

Taxa de juros do cartão de crédito registra quinta alta consecutivaJuros do cartão de crédito chegou ao patamar de 307,8% ao ano em setembro. Cheque especial teve alta após dois meses de recuo

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

A taxa de juros do cartão de crédito teve alta pelo quinto mês consecutivo e chegou ao valor de 307,8% ao ano no mês de setembro. O cheque especial também teve alta após dois meses de queda e registrou o valor de 307,6% ao ano, segundo dados do BC (Banco Central), divulgados nesta sexta-feira (25).

Leia mais: Bolsonaro convida Xi Jinping para o 'maior leilão de petróleo e gás da história'

No mês de agosto, os juros do cartão de crédito chegaram ao patamar de 307,2% ao ano. Em comparação com setembro de 2018 (279,1%), houve um avanço de 28,7%.

Isso significa que uma dívida adquirida em outubro de 2018 de R$ 1.000 passou a custar R$ 4.078 em setembro de 2019, valor quatro vezes maior do que o original.
 

Cheque especial

A taxa do cheque especial teve alta depois de dois meses de queda e atingiu o valor de 307,6% ao ano em setembro. No mês de agosto, a taxa estava em 306,9% ao ano. 

Em comparação a setembro do ano passado (301,4% ao ano), houve alta de 6,2%. Sendo assim, uma dívida adquirida em outubro de 2018 de R$ 1.000 passou a custar R$ 4.076. Isso representa R$ 3.076 de juros. 

Juros mais baixos

Com juros menores, o crédito consignado registrou o oitavo mês consecutivo de recuo e chegou ao valor de 21,4% ao ano no mês de setembro. Nesta modalidade, o dinheiro é diretamente descontado da folha de pagamento do salário ou da aposentadoria.

Em relação ao mês de agosto, no qual a taxa era de 22,3% ao ano, houve um recuo de 0,9%. Na comparação com setembro de 2018 (24,4% ao ano), a queda foi de 3%.

 

Fonte: AN Notícias com R7

Galeria de Imagens