Carregando...

Alerta!

logo Cerca de 60 campi estavam ocupados até sexta - Notícias - AN Notícias Cerca de 60 campi estavam ocupados até sexta - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 27 de Fevereiro de 2021

SAIBA MAIS

Dia Nacional do Livro Didático - Dia de São Gabriel e Dia do Agente Fiscal da Receita Federal -
01/11/2016 03h28

Cerca de 60 campi estavam ocupados até sextaAlunos ocupam 24% dos campi de institutos federais que serão local de prova do Enem

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

Aproximadamente 24% dos campi e unidades de institutos federais que devem ser usados pelo governo como local de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste fim de semana estavam ocupados por estudantes até a última sexta-feira (28).

Caso as ocupações não sejam encerradas até o fim do dia, essas escolas deixarão de ser consideradas locais de prova. O MEC disse que os alunos que estavam listados para prestar o exame nas unidades ocupadas não farão o teste neste fim de semana. Na terça-feira (1º) o governo deve anunciar quantos serão afetados pelo adiamento. Os novos locais de provas e a nova data ainda não foram informados.

Segundo levantamento feito pelo Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) a pedido do G1, pelo menos 248 campi de 40 institutos federais de educação tecnológica estão entre os mais de 16 mil locais que, no sábado (5) e no domingo (6) receberão a aplicação do Enem 2016. Um cruzamento feito com informações levantadas pelas afiliadas do G1 mostra que pelo menos 61 campi (ou 24%) estão ocupados. Eles são de 25 institutos diferentes, presentes em 18 estados.

Na tarde desta segunda-feira (31), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) reafirmou, em nota à imprensa, que locais de prova ocupados terão o Enem cancelado. O órgão diz que pretende divulgar, na tarde desta terça (1º), uma lista de locais de provas que "em que não serão aplicadas as provas em função das ocupações". Segundo o Inep, o consórcio contratado para aplicar o Enem está consolidando uma lista final de locais com acesso restringido por estudantes em protesto.

 

As duas principais reivindicação dos estudantes são a retirada da medida provisória que reforma o ensino médio e da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241, que prevê um teto para os gastos públicos e foi aprovada na semana passada na Câmara dos Deputados. A proposta agora será analisada no Senado Federal.

Fonte: AN Notícias com G1

Galeria de Imagens