Carregando...

Alerta!

logo Professores da UEL convocam assembleia que pode retomar greve - Notícias - AN Notícias Professores da UEL convocam assembleia que pode retomar greve - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 25 de Fevereiro de 2018

SAIBA MAIS

Dia do Ministério das Comunicações - Dia da Pátria no Kwait e Dia de São Cesário -
18/11/2016 05h35

Professores da UEL convocam assembleia que pode retomar greveDepois de calote de Beto Richa (PSDB), professores da UEL devem parar novamente

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
Diante do recuo do Governo do Estado, que na última quinta-feira (17) reenviou à Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) a emenda que suspende a reposição inflacionária do funcionalismo público estadual, o comando de greve dos professores da Universidade Estadual de Londrina (UEL) convocou, para a próxima segunda-feira (21), uma assembleia que pode decidir pela retomada da greve que havia sido suspensa no dia 4 de novembro.

Em texto publicado em sua página no Facebook, o Sindicato dos Professores do Ensino Superior Público Estadual de Londrina e Região (Sindiprol/Aduel) critica a postura e classifica como "calote" o reenvio da emenda 43 à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LOA) de 2017. "Na quarta-feira (16), o governo informou que rompia unilateralmente as negociações com os sindicatos. A negociação era para tentar chegar a uma alternativa na divisão dos R$ 1,4 bilhão, de modo a pagar uma parte da reposição da inflação de 2016. Informou ainda que no dia 17 enviaria a mensagem à Alep para recolocar a mesma proposta que havia provocado a greve no mês de outubro, ou seja, reposição salarial zero!", diz trecho da nota.

O Sindiprol/Aduel também informa que os demais sindicatos vinculados ao Fórum das Entidades Sindicais do Paraná (FES) estão se mobilizando para ocupar as galerias da Alep nos dias da votação da LOA. A primeira sessão de discussão sobre o projeto está marcada para terça-feira (22).

A assembleia dos professores da UEL está marcada para as 15h da próxima segunda (21), em local que ainda será confirmado pelo sindicato. Paralelamente, os estudantes da universidade decidiram, em assembleia realizada na noite de quinta (17), manter a paralisação da categoria.
Fonte: AN Notícias com Folha Londrina

Galeria de Imagens