Carregando...

Alerta!

logo RJ: estudantes de instituições federais prometem ato contra Bolsonaro - Notícias - AN Notícias RJ: estudantes de instituições federais prometem ato contra Bolsonaro - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 20 de Maio de 2019

SAIBA MAIS

Dia do Comissário de Menores - Aniversário de Palmas e Dia do Otimismo -
06/05/2019 02h00

RJ: estudantes de instituições federais prometem ato contra BolsonaroManifestação será contra cortes de verbas na Educação anunciados pelo governo

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

Estudantes de três instituições de ensino federais estão organizando uma manifestação para a manhã desta segunda-feira, 6, em frente ao Colégio Militar do Rio (CMRJ), no bairro do Maracanã, zona norte da cidade. O presidente Jair Bolsonaro estará na instituição para o lançamento de um selo e de uma medalha comemorativos aos 130 anos do CMRJ.

O ato deverá reunir estudantes do Colégio Pedro II, um dos mais tradicionais do Rio, do Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet) do Maracanã, e do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ). A manifestação será contra os cortes no orçamento da Educação anunciados pelo governo Bolsonaro.

O evento do ato no Facebook tem, até às 21h30 deste domingo, 1,3 mil interessados.

Na semana passada, o ministro Abraham Weintraub disse em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo que o Ministério da Educação iria reduzir o repasse de verbas a universidades que não atingissem desempenho adequado e que promovessem “balbúrdia” nos campi.
 

Após a repercussão negativa das declarações, o ministério divulgou nota informando que os cortes seriam estendidos a todas as instituições em decorrência de um contingenciamento de recursos decretados pelo governo, que definiu bloqueio de  5,8 bilhões de reais do orçamento da pasta.

Reitores de diversas universidades do país demonstraram preocupação com o corte. Alguns chegaram a afirmar que a redução poderá inviabilizar as instituições no segundo semestre. No Rio, diretores do Pedro II assinaram carta informando que o colégio teve redução de 36,37% do seu orçamento de custeio previsto para este ano, o que equivale a 18,57 milhões de reais.

 

Fonte: AN Notícias com Veja

Galeria de Imagens