Carregando...

Alerta!

logo Em pré-campanha Ratinho JR visita Apucarana um dia depois de pedir extinção de contrato da Econorte - Notícias - AN Notícias Em pré-campanha Ratinho JR visita Apucarana um dia depois de pedir extinção de contrato da Econorte - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 19 de Dezembro de 2018

SAIBA MAIS

Dia do Atleta Profissional e Dia de São Nemésio -
28/02/2018 11h00

Em pré-campanha Ratinho JR visita Apucarana um dia depois de pedir extinção de contrato da EconorteRatinho JR aliado de Richa pediu a extinção do contrato da Econorte após Lava Jato investigar empresa

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
O pré-candidato ao Governo do PR, aliado de primeira hora de Richa, ex-secretário da SEDU do Governo Richa, Deputado Estadual e presidente do PSD do PR, Ratinho JR, entrou numa polêmica nesta terça-feira (27), e não soou muito bem para a base aliada do atual Governador do Paraná, o seu requerimento na ALEP-PR conforme publicou em redes sociais, que o seu partido PSD e o ex-partido seu PSC querem que o Governo Richa (PSDB) cancele o contrato com a empresa Econorte do Grupo Triunfo, o qual está sendo investigado pela Operação Lava Jato na 48ª Fase da Operação Integração, que mostrou ume esquema bilionário com a concessionária de pedágio do Norte Velho do Paraná, que superfaturou obras e os valores das tarifas com a Praça mais cara do PR, descoberta pela Polícia Federal na semana passada, onde empresários e o responsável pelo DER-PR no Governo Richa Nelson Leal Jr. que acompanha o governador Beto Richa (PSDB) desde o tempo que ele era vice-prefeito de Curitiba na gestão Cássio Taniguchi (2001-2004), foi preso após ser descoberto que o mesmo, recebia mais de R$ 60 mil reais mensais de propina da empresa Econorte para favorecer a empresa com o Governo do Estado.
 
O pedido do “homem da hora de Richa”, que terá seu apoio na eleição deste ano ao Governo do PR pela situação, mostra que somente agora, em véspera de eleição, parte da base do Governo Richa aliada ao PSDB, quer a anulidade do contrato com a Econorte, o que para a oposição "isso não passa de demagogia política na véspera da campanha para o Governo do estado".
 
Nesta terça feira, 27, as bancadas do PSD e PSC apresentaram juntas, três requerimentos relacionados às investigações da 48º fase da Operação Lava Jato, que tem foco nas concessões de pedágio do Paraná. São bancadas de dois partidos liderados por Ratinho Jr.
O primeiro requerimento é para o Governo do Estado, pedindo a extinção do contrato com a Econorte, e nulidade dos aumentos sucessivos na tarifa. Para o Tribunal de Contas, foi encaminhado pedido de auditoria nos contratos e aditivos, e atualização das planilhas de obras e preços de tarifas da Econorte.

Finalmente, para a Agência Reguladora do Paraná que fiscaliza as concessões públicas no Estado, foi solicitado análise técnica das planilhas de obras e de evolução de preço das tarifas.

Ratinho Junior, presidente do PSD, destacou que a 48º fase da Lava Jato da Polícia Federal, expôs uma série de irregularidades na forma de gestão do Contrato da Econorte.

“São questionamentos que já vem sendo feitos há muito tempo, mas agora com a ação da Polícia Federal e o processo na Justiça, essas demandas ganham o respaldo que a população precisava. Vamos agir com seriedade e precisão técnica e legal nessa discussão”, argumentou Ratinho Junior.
 
Ratinho JR estará nesta noite de quarta-feira (28), na Associação Filantrópica Ferra Mula, a partir das 18h:30, acompanhado do prefeito de Apucarana Beto Preto (PSD) para jantarem no local e tratar de política com seus correligionários.
Fonte: AN Notícias

Galeria de Imagens