Carregando...

Alerta!

logo Corinthians sai na frente, mas cede empate ao Palmeiras - Notícias - AN Notícias Corinthians sai na frente, mas cede empate ao Palmeiras - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 23 de Agosto de 2019

SAIBA MAIS

Dia da Injustiça - Dia do Aviador Naval e Dia do Patrulheiro Policial -
04/08/2019 11h27

Corinthians sai na frente, mas cede empate ao PalmeirasApesar de ter somado um ponto fora de casa, o Palmeiras permitiu ao Santos abrir quatro pontos

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
Não foi dessa vez. O Corinthians perdeu uma grande oportunidade de entrar no G6 do Campeonato Brasileiro neste domingo, em Itaquera. Recebendo o Palmeiras pela 13ª rodada da competição, o time comandado pelo técnico Fábio Carille até saiu na frente logo aos 12 minutos de jogo com Manoel, mas cedeu o empate no início da etapa complementar e teve de se conformar com o 1 a 1 no marcador. O gol do Verdão foi marcado por Felipe Melo.

Entrando em campo pressionado por uma vitória depois do protesto das torcidas organizadas na porta do CT, o Palmeiras não fez um bom primeiro tempo. Diogo Barbosa e Bruno Henrique foram os piores em campo. Mas, a conversa que Felipão teve com o elenco no intervalo surtiu efeito, e o Verdão voltou para a etapa complementar mais ligado, o que fez com que o time assegurasse ao menos o empate diante de mais de 40 mil corintianos.

Apesar de ter somado um ponto fora de casa, o Palmeiras permitiu ao Santos abrir quatro pontos de vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro e agora terá de recuperar o prejuízo torcendo para que seus concorrentes tropecem nas próximas rodadas. O Corinthians, por sua vez, poderia ultrapassar o São Paulo e assumir a quinta colocação, no entanto, com o empate, acabou ficando em sétimo lugar.

O jogo – Os minutos iniciais foram dominado pelo Palmeiras, neste domingo, em Itaquera. Apesar de estar jogando fora de casa, o time comandado pelo técnico Luiz Felipe Scolari não se intimidou e foi para cima dos rivais. Aos cinco minutos, Dudu recebeu na direita e cruzou rasteiro para Deyverson, que chegou batendo de primeira, mas viu Cássio fazer a defesa à queima-roupa. Mas, de nada valeu, já que o árbitro auxiliar já havia marcado impedimento.

Sem se desanimar, o Palmeiras continuou propondo o jogo diante de mais de 40 mil corintianos e ficou muito próximo de abrir o placar aos oito minutos, quando Willian recebeu em profundidade dentro da área, pela direita, e finalizou cruzado, exigindo grande intervenção do goleiro Cássio, que vinha dando conta do recado em todas as vezes que era exigido.

Mas a superioridade do Palmeiras acabou indo pelo ralo aos 12 minutos, depois de a defesa alviverde perder a cabeça. Diogo Barbosa fez falta violenta em Fagner pela direita e, na sequência, com o lateral já caído, Gustavo Gómez chutou a bola em cima do rival, recebendo cartão amarelo. Na cobrança, Sornoza bateu na cabeça de Manoel, que se antecipou para cabecear no primeiro pau e abrir o placar para o Corinthians em Itaquera.

Daí em diante o Corinthians, como de costume, se fechou e passou a defender com seus 11 jogadores em campo. Muitas vezes Vagner Love pôde ser visto se movimentando na intermediária defensiva de sua equipe, um sinal de como o Timão fechou as portas para o Palmeiras no restante do primeiro tempo. Antes do apito final, mesmo mais cauteloso, o time comandado por Fábio Carille por pouco não ampliou com Gil, que completou o cruzamento de Sornoza dentro da pequena área, mas viu Weverton fazer excelente defesa e, ao menos, evitar uma vantagem maior para os donos da casa antes do intervalo.

Segundo tempo

A etapa complementar foi bem menos movimentada que o primeiro tempo. Ainda assim, logo nos primeiros minutos os torcedores que estiveram na Arena Corinthians tiveram fortes emoções. Aos três, Deyverson fez cruzamento pela esquerda, e Felipe Melo subiu mais alto que a defesa do Timão para cabecear sem chances para Cássio e deixar tudo igual em Itaquera.

Com a igualdade no marcador, a postura do Corinthians, que até então era defensiva, teve de mudar. Querendo a vitória a qualquer custo, o time comandado por Fábio Carille voltou a frequentar mais o ataque. Aos 22 minutos, os donos da casa quase voltaram a balançar as redes com Gil, que completou de cabeça cobrança de falta de Clayson, mas o arremate, que passou tirando tinta da trave, não valeu, pois o zagueiro estava impedido.

Mas, conforme o Corinthians ia saindo para o ataque, sobravam espaços para o Palmeiras explorar no contra-ataque. E foi assim que o time de Luiz Felipe Scolari por pouco não virou o jogo em Itaquera. Aos 28 minutos, Dudu mandou na área, Deyverson não conseguiu completar, e a bola sobrou para Gustavo Gómez, que finalizou como pôde, sem pegar em cheio, e viu Cássio fazer grande defesa. Já aos 31 foi a vez de Gustavo Scarpa acionar Zé Rafael em profundidade e o camisa 8 sair cara a cara com o goleiro rival, carimbando a trave, embora o auxiliar tenha marcado impedimento.

Antes do apito final, Danilo Avelar ainda teve uma última oportunidade de garantir a vitória do Corinthians no Derby, entretanto, Weverton fez mais uma boa defesa no arremate do lateral-esquerdo para evitar o pior. Já nos acréscimos foi a vez de Deyverson assustar a multidão corintiana completando de cabeça o cruzamento de Dudu e ver Cássio voar no ângulo esquerdo para espalmar e impedir a vitória alviverde em Itaquera.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 X 1 PALMEIRAS 

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)

Data: 04 de agosto de 2019, domingo

Horário: 19h (de Brasília)

Árbitro: Anderson Daronco (FIFA-RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)

VAR: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)

Público total: 43.045 pessoas

Renda: R$ 2.998.991,00

Gols: Manoel, aos 12 do 1ºT (Corinthians); Felipe Melo, aos 3 do 2ºT (Palmeiras)

Cartões amarelos: Gustavo Gómez, Diogo Barbosa, Felipe Melo (Palmeiras); Gil (Corinthians)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Gabriel (Matheus Jesus) e Júnior Urso; Pedrinho, Sornoza (Mateus Vital) e Clayson (Everaldo); Vagner Love

Técnico: Fábio Carille

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Thiago Santos), Bruno Henrique e Raphael Veiga (Gustavo Scarpa); Dudu, Willian (Zé Rafael) e Deyverson

Técnico: Luiz Felipe Scolari
Fonte: AN Notícias com MSN Brasil

Galeria de Imagens