Carregando...

Alerta!

logo De virada, Atlético-PR estreia bem e goleia a Chapecoense - Notícias - AN Notícias De virada, Atlético-PR estreia bem e goleia a Chapecoense - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 19 de Setembro de 2018

SAIBA MAIS

Semana do Trânsito - Dia da Escola Bíblica - Dia do Ortopedista - Dia de São Januário - Dia do Comprador -
16/04/2018 08h16

De virada, Atlético-PR estreia bem e goleia a ChapecoenseEm grande exibição, Furacão colocou a Chapecoense 'na roda' e transformou a vitória em goleada

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
Após sair atrás do placar, o Atlético-PR virou e goleou a Chapecoense por 5 a 1 neste domingo, na Arena da Baixada, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Todos os gols saíram na segunda etapa.

Como de costume, a equipe rubro-negra teve grande parte da posse da bola, mas teve dificuldades no início com o adversário bem fechado, que pouco se arriscava na frente e se preocupava mais em se defender. Com 13, Carleto mandou uma pancada de falta, Jandrei rebateu e Ribamar não aproveitou. Pouco depois, Pablo fez boa jogada individual pela esquerda e tocou para Ribamar, que girou e chutou para fora.

Após os 30, o time atleticano passou a achar espaços, com toques rápidos, e criou duas chances claras. Carleto fez um bom cruzamento e Ribamar, sozinho na pequena área, pegou mal. Na sequência, Pablo deu boa assistência para o atacante, que tocou para Nikão, dentro da área, chutar em cima do goleiro.

Carleto, no fim, ainda assustou em cobrança de falta rente à trave. Já a Chapecoense conseguiu chegar somente uma vez. Arthur Caíque fez passou por Bruno Guimarães e Pavez pela direita e tocou para Wellington Paulista que, de letra, quase marcou.

Na volta do intervalo, a Chape aproveitou o defeito atual do Furacão: a bola aérea defensiva. Logo aos 2, Canteros bateu falta central, Santos saiu mal e Wellington Palista cabeceou para as redes. 0x1. A resposta, entretanto, foi imediada. Carleto cruzou na medida da esquerda e Pablo deu uma linda cabeçada no ângulo. 1x1.

A virada veio com sete minutos depois. A zaga catarinense afastou mal o cruzamento e Nikão, de direita, estufou o pé de fora da área no canto esquerdo de Jandrei. 2x1. O terceiro saiu de bola parada. Nikão foi parado no contra-ataque perto da meia lua, Carleto assumiu a responsabilidade e bateu com categoria por fora da barreira. 3x1.

Com o placar consolidado, a equipe atleticana apenas administrou o duelo até o apito final, tocando mais a bola em seu campo e evitando se expor. Quando arriscou, o time transformou o confronto em goleada. Jonathan mandou no peito de Matheus Rossetto, que passou do zagueiro e tocou com categoria para fechar. 4x1. Veiga, no último lance, achou Ederson, no contra-ataque, e o centroavante tocou na saída de Jandrei. 5x1. O time alviverde, sem muita criatividade, dependia de lances individuais e bolas paradas que nada assustaram.

O triunfo coloca o Atlético-PR na segunda colocação, com 3 pontos - Chapecoense é a décima sétima, sem pontuação. Na próxima partida, o Furacão encara o Grêmio no domingo, às 19h, na Arena Grêmio, enquanto a Chape recebe o Vasco da Gama no mesmo dia, às 16h, na Arena Condá.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 5X1 CHAPECOENSE

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR).
Data : Domingo, 15 de abril de 2018.
Horário : 19h.
Árbitro : Dewson Fernando Freitas da Silva (PA).
Assistentes : Helcio Araujo Neves (PA) e Heronildo S. Freitas da Silva (PA).
Gols : Wellington Paulista, 2'2ºT (0-1); Pablo, 6'2ºT (1-1); Nikão 13'2ºT (2-1); Carleto 22'2ºT (3-1); Matheus Rossetto 43'2ºT (4-1); Ederson 48'2ºT (5-1)
Cartões amarelos : José Ivaldo (ATL); Thyere, Wellington Paulista, Márcio Araújo (CHA)

ATLÉTICO-PR : Santos; Pavez, José Ivaldo e Bruno Guimarães; Jonathan, Matheus Rossetto, Camacho (Deivid, 41'2ºT) e Carleto; Nikão (Raphael Veiga, 45'2ºT), Pablo e Ribamar (Ederson, 10'2ºT). Técnico: Fernando Diniz.

CHAPECOENSE : Jandrei; Apodi (Eduardo, 37'2ºT), Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Canteros, Amaral, Márcio Araújo (Guilherme, 31'2ºT) e Vinícius (Nadson, 21'2ºT); Arthur Caike e Wellington Paulista. Técnico: Gilson Kleina.

Fonte: AN Notícias com Terra

Galeria de Imagens