Carregando...

Alerta!

logo André Vargas presta depoimento em ação por lavagem de dinheiro - Notícias - AN Notícias André Vargas presta depoimento em ação por lavagem de dinheiro - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 17 de Dezembro de 2017

SAIBA MAIS

Dia de São Lázaro - Dia de São Franco de Sena -
30/11/2017 05h14

André Vargas presta depoimento em ação por lavagem de dinheiroNesta ação, ele responde pelo crime de lavagem de dinheiro

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

O ex-deputado federal André Vargas presta depoimento nesta sexta-feira (30) em ação penal decorrente da Operação Lava Jato. Nesta ação, ele responde pelo crime de lavagem de dinheiro.

No mesmo processo também são réus o irmão do ex-deputado, Leon Vargas, a contadora Meire Poza – que trabalhou para o doleiro Alberto Youssef – e o empresário Marcelo Simões. Todos serão interrogados pelo juiz Sérgio Moro a partir das 14h desta sexta.

De acordo com a denúncia, a empresa de Simões – especializada em sistemas de informática – foi contratada pela Caixa Econômica Federal (CEF), com contrato no valor de R$ 71 milhões, por meio de notas fiscais fictícias, elaboradas por empresas ligadas a Meire Poza, para lavagem de dinheiro.

A contadora foi uma espécie de colaboradora informal da Lava Jato, mas nunca teve acordo de delação firmada. Mesmo confessando fraudes, ela levou dois anos para ser denunciada.

O ex-deputado André Vargas permanece preso no Complexo Médico Penal, em Pinhais na grande Curitiba, desde abril de 2015.

A defesa do ex-parlamentar tentou adiar a audiência com o argumento de que o acusado recebe visitas de familiares nas sextas-feiras. Moro negou o pedido.

Em despacho, ele justificou que a solicitação não tem base lega e afirmou que não cabe ao juízo ajustar-se às conveniências do acusado.

Vargas foi o primeiro político condenado na lava jato. O ex-deputado já foi condenado em outras duas ações e teve a sentença confirmada em segunda instância em uma delas a 13 anos e 10 meses de prisão.

De acordo com a acusação ele teria recebido um milhão e cem mil reais de um esquema de repasse de dinheiro de uma agência de publicidade contratada pelo Ministério da Saúde e pela Caixa. Essa ação penal estava relacionada à 11ª fase da Lava Jato.

Fonte: AN Notícias com PR UOL

Galeria de Imagens