Carregando...

Alerta!

logo Beto Richa e mais 12 viram réus na Rádio Patrulha - Notícias - AN Notícias Beto Richa e mais 12 viram réus na Rádio Patrulha - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 21 de Novembro de 2018

SAIBA MAIS

Dia Mundial da Televisão - Dia das Saudações - Dia da Homeopatia - Dia do Diabético - Dia de N.Sra de Apresentação -
31/10/2018 10h04

Beto Richa e mais 12 viram réus na Rádio PatrulhaA Justiça acatou a denúncia contra o ex-governador Beto Richa (PSDB) e mais 12 réus da Operação Rádio Patrulha

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

A Justiça acatou a denúncia contra o ex-governador Beto Richa (PSDB) e mais 12 réus da Operação Rádio Patrulha, na terça-feira (30), de acordo com o coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Leonior Batisti.

Também são investigados a ex-secretária e esposa de Beto, Fernanda Richa e o irmão de Beto, Pepe Richa.

O caso está com o juiz Fernando Fischer, da 13ª Vara Criminal de Curitiba.

Richa afirma que prisão na Rádio Patrulha definiu derrota nas eleições

Beto Richa é acusado de corrupção passiva e fraude à licitação. Por meio de nota, a defesa informou que só vai se pronunciar no processo.

Os réus chegaram a ser presos no dia 11 de setembro, mas foram soltos após decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). O Ministério Público apresentou três ações contra a medida que soltou o ex-governador.

Justiça acata denúncia contra Richa por desviar verba da saúde Ministério Público denúncia Beto Richa na Operação Rádio Patrulha

A Operação Rádio Patrulha investiga supostos desvios de verbas no programa Patrulha do Campo, entre 2012 e 2014. O programa foi criado com o objetivo de manter as estradas rurais do estado.

As investigações tiveram início com base na delação de Tony Garcia e apuram o pagamento de propina e posterior direcionamento de licitação para beneficiar os empresários envolvidos. Os contratos investigados somam R$ 72,2 milhões e seriam superfaturados. Segundo o Ministério Público do Paraná (MP-PR), 8% do valor – mais de R$ 5,7 milhões – era repassado aos agentes públicos.

Fonte: AN Notícias com PR UOL