Carregando...

Alerta!

logo Ex vereador de Arapongas desaparecido pode ser a vítima de ossada encontrada - Notícias - AN Notícias Ex vereador de Arapongas desaparecido pode ser a vítima de ossada encontrada - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 23 de Outubro de 2017

SAIBA MAIS

Dia da Aviação Brasileira - Dia da Répública - Dia de Chulalongkorn - Dia de São Severino - Dia Mundial da Informação -
02/10/2017 12h24

Ex vereador de Arapongas desaparecido pode ser a vítima de ossada encontradaUma ossada encontrada na manhã desta sábado (30), na zona sul de Maringá, pode ser de Afonso Lourenço Garcia

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
Uma ossada encontrada na manhã desta sábado (30), na zona sul de Maringá, pode ser de Afonso Lourenço Garcia, 72 anos,  desaparecido há 73 dias.   Os restos mortais foram localizados por um morador em um terreno do Jardim Espanha, nas proximidades do Contorno Sul, que comunicou a polícia. A localização só foi possível porque a mata foi consumida pelo fogo nesta semana.   No local e próximo aos ossos, uma perita criminal encontrou uma aliança de casamento com a data de 20 de junho de 1970 e com o nome Ivanir gravado - mesmo nome da esposa de Garcia.   A família foi avisada, foi até o Instituto Médico-Legal de Maringá, onde teria reconhecido a aliança. Mesmo assim, será preciso fazer um teste de DNA para formalizar a identificação.   Em uma rede social, a sobrinha de Garcia informou que a ossada encontrada era do tio desaparecido desde 19 de julho. "Agradeço a preocupação, palavras de conforto e preocupação de todos, mas infelizmente hoje foi encontrada a ossada do meu tio Afonso. A busca acabou e fica a certeza de que como homem que foi, está nos braços de Deus."   Afonso Lourenço Garcia, 72 anos, estava desaparecido desde o dia 19 de julho. Morador de Arapongas, ele estava em Maringá para realizar exames médicos, que diagnosticaram a doença de Pick, demência rara com sintomas semelhantes ao Alzheimer.   O idoso estava hospedado na casa da filha, Adriana, que mora no Jardim Botânico. No dia 19 de julho, ele saiu, a pé, com a esposa para ir ao mercado. Na volta para casa, Garcia acabou caminhando em outra direção e deixou a mulher para trás, que não conseguiu acompanhá-lo. Ele trajava calça e blusa pretas.   Duas forças-tarefas, em Maringá e Colorado, foram feitas na tentativa de localizar Garcia.    A primeira, em Maringá, no início de agosto, recrutou 300 pessoas , mas as buscas não tiveram sucesso.  A outra, em Colorado, no fim do mesmo mês , também terminou sem encontrá-lo.
Fonte: AN Notícias com Diário

Galeria de Imagens