Carregando...

Alerta!

logo Morte de jovem lésbica no último domingo (30) é mistério em Maringá - Notícias - AN Notícias Morte de jovem lésbica no último domingo (30) é mistério em Maringá - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 19 de Setembro de 2021

SAIBA MAIS

Semana do Trânsito - Dia da Escola Bíblica - Dia do Ortopedista - Dia de São Januário - Dia do Comprador -
02/12/2014 07h46

Morte de jovem lésbica no último domingo (30) é mistério em MaringáMorte de garota ainda é desafio para a Delegacia de Homicídios

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

A Delegacia de Homicídios de Maringá (DH) está diante de um novo desafio: desvendar o assassinato de uma jovem, de 21 anos, cujo corpo foi encontrado, domingo pela manhã, na zona sul da cidade. A Polícia Civil diz que nenhuma hipótese foi descartada, mas informou que os pertences da vítima foram encontrados junto ao corpo, que estava seminu. A DH aguarda o laudo do Instituto Médico Legal (IML) para verificar se a jovem sofreu algum tipo de abuso sexual. As mãos da vítima também seriam examinadas para detectar a existência de material genético de outra pessoa sob as unhas.


O corpo de Dayane Ramos Santos foi encontrado por volta das 8 horas, depois de uma pessoa ligar para a Central de Operações do 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM) informando sobre um corpo localizado em um carreador que liga o Jardim Aclimação e o Parque da Gávea. Ao chegar ao local, os policiais verificaram que a vítima – que vestia blusa branca, short jeans e tênis preto - havia sido morta com golpes de faca no pescoço e virilha.

Ainda de acordo com os policiais, o short estava abaixado até os joelhos, sugerindo um suposto ataque sexual. A carteira da vítima, contendo R$ 2,80, documentos pessoais e cartões de crédito, foi encontrada sob o corpo, bem como um aparelho celular, um maço de cigarro já aberto e alguns chicletes Ao menos em tese, esse detalhe descartaria a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte).

Segundo a Polícia Civil, Dayane residia com os pais no Parque Tarumã e atualmente estaria namorando uma dançarina, supostamente separada do marido e mãe de dois filhos. O relacionamento entre elas era aberto e divulgado em uma rede social. Embora chocado com o crime, um familiar de Dayane teria confirmado o relacionamento afetivo e informado que a jovem foi vista com vida por volta de 0h20 de domingo no bairro onde residia.

Cena do crime
Os levantamentos iniciais indicam que o crime teria ocorrido no próprio local onde o corpo foi encontrado, já que havia muito sangue no local. A polícia disse que o carreador é bastante usado como passagem durante o dia, mas pouco frequentado no período noturno.

A reportagem apurou que não havia marcas de luta no local do crime, o que reforça a suspeita de que Dayane pode ter sido atacada de surpresa. O corpo da jovem foi encaminhado para Luiziana (124 km de Maringá), onde foi sepultado. A DH confirmou que aguardaria o sepultamento para iniciar a coleta de depoimentos de familiares, companheira e amigos da vítima, o que deve iniciar na tarde desta terça-feira.

EM QUEDA
43 HOMICÍDIOS ocorreram entre janeiro e novembro, em Maringá.
62 ASSASSINATOS foram registrados no mesmo período do ano passado.
Fonte: AN Notícias com Diário

Galeria de Imagens