Carregando...

Alerta!

logo Suspeito de matar agente de cadeia é executado em Maringá - Notícias - AN Notícias Suspeito de matar agente de cadeia é executado em Maringá - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 04 de Agosto de 2020

SAIBA MAIS

Dia da Campanha Educativa de Combate ao Câncer - Dia de Sta. Clara - Dia do Padre -
05/12/2016 12h18

Suspeito de matar agente de cadeia é executado em MaringáSuspeito de envolvimento com a morte do agente de cadeia Rodrigo, sepultado em Borrazópolis, é morto a tiros em Maringá

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
Um jovem de 27 anos, identificado como Israel de Oliveira Lopez, morreu vítima de pelo menos 08 disparos de arma de fogo na tarde deste sábado (3 de dezembro, de 2016) em Maringá. O crime aconteceu na avenida Álvaro Miranda, no Portal das Torres. Ele é um dos suspeitos de matar o ex-agente da cadeia pública de Maringá, e ex-morador de Borrazópolis, Rodrigo Martins de Almeida, o conhecido "Digola", de 30 anos, crime ocorrido no início de setembro de 2016.

O repórter Corujão do Sistema Pinga Fogo de Rádio, e o portal da Rede Massa, informaram que relatos de testemunhas apontam que três homens encapuzados estavam em um Sandero de cor prata e começaram a perseguir a vítima, que dirigia uma Golf. Em determinado momento, o motorista do Sandero eu um 'cavalinho de pau' na frente do carro e, de dentro, desembarcaram alguns homens e atiraram. Percebendo que estava encurralada, a vítima engatou ré, mas havia uma Kombi atrás. Israel foi alvejado pelo menos sete vezes na cabeça. Havia uma pistola 9 mm em sua cintura, com oito cartuchos, e pode ser a arma usada para matar o agente. Assustado, o motorista da Kombi desembarcou e correu, mas acabou caindo e bateu a cabeça. Ele ficou ferido, mas foi encaminhado sem gravidade a uma unidade de saúde.

SUSPEITO - Segundo informações da Polícia Civil (PC), Israel, além de ser um dos suspeitos de ter matado o agente de cadeia, o mesmo já tinha diversos antecedentes criminais por roubo e era bem conhecido por praticar assaltos a caminhonetes e carro de luxo na região.

EX- AGENTE - Em relação ao ex-agente morto, o assassinato aconteceu na na madrugada de um domingo (4 setembro), na Zona 7. Por volta de 01h40, a poucos metros de um açougue e lanchonete, onde a vítima trabalhava na Rua Bragança, o jovem Almeida foi surpreendido quando seguia para o carro, que estava estacionado. O atirador ficou escondido atrás do muro e fez vários disparos,  assim que a vítima se aproximou.

Em seguida, fugiu em uma caminhonete Amarok de cor prata. O ex-agente morreu antes mesmo da chegada dos socorristas com mais de dez perfurações. A companheira, que estava ao seu lado, não recebeu nenhum tiro. Ainda segundo a polícia, no local do crime foram recolhidas mais de 25 cápsulas deflagradas. Almeida foi agente de cadeia pública em Maringá e trabalhava na lanchonete que, segundo a polícia, seria de propriedade da sua namorada. Seu velório e sepultamento, aconteceu em Borrazópolis, onde viveu toda infância e reside a mãe e demais familiares.
Fonte: AN Notícias com Blog Berimbau

Galeria de Imagens