Carregando...

Alerta!

logo Itália bate novo recorde de mortes em um dia e chega a 4.825 óbitos por coronavírus - Notícias - AN Notícias Itália bate novo recorde de mortes em um dia e chega a 4.825 óbitos por coronavírus - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 03 de Junho de 2020

SAIBA MAIS

Dia do Administrador de Pessoal - Dia Nacional de Tonga -
21/03/2020 09h39

Itália bate novo recorde de mortes em um dia e chega a 4.825 óbitos por coronavírusVale lembrar que a Itália superou a China, onde a pandemia teve início, em número de mortos na última quinta-feira (19)

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

A Itália registra 4.825 mortes por causa do coronavírus, apontou a Defesa Civil do país neste sábado (21). Segundo os dados, 793 pessoas morreram nas últimas 24 horas, superando o recorde do balanço de sexta-feira (20), quando foram registrados 627 óbitos em um dia. Ou seja, o COVID-19 segue crescendo na península.

Vale lembrar que a Itália superou a China, onde a pandemia teve início, em número de mortos na última quinta-feira (19). Os asiáticos registravam 3.245 mortes, enquanto os europeus alcançaram 3.405 óbitos.

Confira o número de mortes, por dia, na Itália nesta última semana:

Sábado (21) – 793 Sexta-feira (20) – 627 Quinta-feira (19) – 425 Quarta-feira (18) – 475 Terça-feira (17) – 345 Segunda-feira (16) – 349 Domingo – 368.

Ainda sobre o número de mortes, o país concentra 38% das 12,7 mil mortes registradas no mundo inteiro.

Por fim, o governo italiano também divulgou que existem 17708 pessoas hospitalizadas, 2857 em UTIs (Unidade de Terapia Intensiva), enquanto 22.116 estão em isolamento domiciliar.

O país já adotou uma série de medidas para combater o contágio do novo coronavírus. Além da quarentena, as escolas, o comércio e até parte das indústrias foram fechadas.

ITÁLIA TEM MAIS DE 50 MIL CASOS

A Itália não é considerada o epicentro do coronavírus na Europa à toa. Segundo os dados do governo italiano, são 53.578 casos, um aumento de 13,9%.

O número de casos confirmados também bateu recorde hoje, quando 6.557 pacientes tiveram a doença confirmada.

A região da Lombardia, no norte do país, é a que tem situação mais preocupante. A área, que abrange cidades como Milão, Bérgamo e Pavia, soma 3.095 mortes e 25.515 casos confirmados.

Ou seja, a Lombardia concentra 47% dos casos e 64% das mortes de toda a Itália.

SITUAÇÃO NA ESPANHA TAMBÉM PREOCUPA

O segundo país da Europa com a situação mais crítica é a Espanha. Segundo o governo espanhol, são 1.326 mortes e mais de 25 mil casos. Madrid, capital espanhola, concentra 38% dos casos de todo o país.

Fonte: AN Notícias com PR UOL