Carregando...

Alerta!

logo Mãe de criança encontrada morta em Rolândia é presa - Notícias - AN Notícias Mãe de criança encontrada morta em Rolândia é presa - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 27 de Novembro de 2020

SAIBA MAIS

Dia Nacional do Combate ao Câncer - Dia da Infância - Dia de São Máximo e Dia do Técnico de Segurança no Trabalho -
26/01/2016 01h23

Mãe de criança encontrada morta em Rolândia é presaA Polícia Civil confirmou ontem a prisão de uma mulher de 23 anos, suspeita de envolvimento na morte da filha de 4 anos em Rolândia

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
A Polícia Civil confirmou ontem a prisão de uma mulher de 23 anos, suspeita de envolvimento na morte da filha de 4 anos, encontrada no início de janeiro em um fundo de vale em Rolândia, na região metropolitana de Londrina (RML). Ela foi detida na última sexta-feira no município de Pirajuí, interior de São Paulo, e deve ser transferida para Rolândia nos próximos dias.
Segundo o delegado de Rolândia, Walter Helmutt Júnior, a mulher alega que a família viajou até o Norte do Paraná para passar o Réveillon na casa de parentes, mas a filha teria sentido dores abdominais na virada do ano durante um churrasco. Ainda de acordo com a versão da mulher, a criança foi medicada e faleceu enquanto dormia. No fim da madrugada, o pai da criança teria abandonado o corpo, que somente foi localizado por policiais no último dia 4.

Sem identificação do corpo em estado de decomposição, o delegado já havia solicitado a recomposição facial com procedimentos avançados no Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba, mas os depoimentos de parentes da vítima levaram a polícia até o casal suspeito. "Chegando ao interior de São Paulo, os familiares desconfiaram da ausência da menina. Os parentes de Rolândia também procuraram a polícia", informou. O pai da menina se apresentou na Delegacia de Bauru (SP), no entanto, deu uma versão contraditória sobre a viagem. Helmutt Júnior adiantou que deve realizar uma acareação entre o casal para esclarecimentos do fato.

De acordo com o delegado, o Conselho Tutelar de Cabrália Paulista (SP) levou os outros dois filhos do casal para uma instituição, onde é realizado o acompanhamento de crianças em situações de risco. Além disso, os conselheiros informaram a polícia que o casal já havia perdido a guarda das crianças por causa de históricos de maus-tratos. A Polícia Civil deve divulgar os nomes dos suspeitos após as transferências para a Delegacia de Rolândia.
Fonte: AN Notícias com Folha de Londrina

Galeria de Imagens