Carregando...

Alerta!

logo Esqueletos de mãos dadas são encontrados em capela 'perdida' - Notícias - AN Notícias Esqueletos de mãos dadas são encontrados em capela 'perdida' - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 08 de Março de 2021

SAIBA MAIS

Dia da Internacional da Mulher - Dia de São João de Deus -
17/09/2014 12h08

Esqueletos de mãos dadas são encontrados em capela 'perdida'Local teria sido frequentado por peregrinos na Inglaterra

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

Dois esqueletos de mãos dadas foram descobertos em uma capela "perdida" em Leicestershire, na Inglaterra, de acordo com o Daily Mail. Os esqueletos, que permaneceram unidos por 700 anos, estavam na Capela de St Morrell, um local de peregrinação na vila de Hallaton durante o século 14, e que, se acredita, tenha sido construído no topo de um edifício romano.

O fato deixou intrigados arqueologistas, que buscam uma resposta para a seguinte pergunta: Por que o casal foi enterrado na capela "perdida" e não na igreja local? Seria este um lugar especial?

A capela pode ter sido uma área de peregrinação. Como alternativa, o sepultamento dos corpos pode não ter sido realizado na Igreja Matriz, talvez porque as duas pessoas fossem criminosos, estrangeiros ou doentes.
 

Os dois esqueletos, que se acredita, são da mesma idade, foram encontrados entre outros 9 corpos do mesmo período. Um homem mais velho foi morto por um instrumento pontiagudo, como um machado, presumivelmente em batalha. Um jovem do sexo masculino foi enterrado em uma cova com as pernas levantadas na altura do  peito - possivelmente por causa de uma doença. 

Durante as escavações foram encontradas as paredes e o pavimento em mosaico da capela, assim como fragmentos de alvenaria de pedra, azulejos e chumbo das janelas. 

Moedas de prata que datam dos séculos 11 e 15 também foram encontradas no local, o que indica em que periodo a capela estava em uso. Arqueologistas esperam que a escavação preencha uma lacuna entre os períodos romano e medieval.

 

Fonte: Terra

Galeria de Imagens