Carregando...

Alerta!

logo PF cumpre mandados de prisão em 15 cidades do Paraná por desvio de recursos do Fome Zero - Notícias - AN Notícias PF cumpre mandados de prisão em 15 cidades do Paraná por desvio de recursos do Fome Zero - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 22 de Janeiro de 2021

SAIBA MAIS

Dia de São Vicente - Dia de Santo Anastácio -
24/09/2013 11h40

PF cumpre mandados de prisão em 15 cidades do Paraná por desvio de recursos do Fome ZeroEsquema envolve assosciações e cooperativas rurais

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

A Polícia Federal deflagrou a Operação Agro-Fantasma na manhã desta terça-feira (24), que visa o cumprimento de 11 mandados de prisão preventiva, 7 mandados de suspensão cautelar da função pública, 37 mandados de busca e apreensão e 37 mandados de condução coercitiva em 15 municípios do Paraná, além de Bauru/SP e Três Lagoas/MS, todos expedidos pela 2ª Vara Criminal da Justiça Federal de Curitiba/PR.

A operação revela um grande esquema de desvio de recursos públicos oriundos de um dos programas do “Fome Zero”, do Governo Federal, denominado PAA - Programa de Aquisição de Alimentos, da ação de Compra Direta da Agricultura Familiar com Doação Simultânea –, repassados pela Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) a associações e cooperativas rurais.

A investigação, iniciada em 2011, foi realizada pela Polícia Federal na cidade de Guarapuava/PR, a partir da deflagração de outra operação, denominada FEIRA LIVRE, que investigou as fraudes em um dos municípios.

Foram investigados 22 programas, dos anos de 2009 a 2013, nos municípios paranaenses de Guarapuava, Foz do Jordão, Honório Serpa, Candói, Ponta Grossa, Irati, Rebouças, Teixeira Soares, Inácio Martins, Fernandes Pinheiro, Itapejara D’Oeste, Goioxim, Pinhão e Querência do Norte.

Em todos os programas investigados foram encontradas evidências de desvio de recursos.

Até o momento, 58 pessoas foram indiciadas nos crimes de apropriação indébita previdenciária, estelionato contra a CONAB, quadrilha ou bando, falsidade ideológica, ocultação de documento, peculato doloso, peculato culposo, emprego irregular de verbas públicas ,prevaricação, condescendência criminosa e violação de sigilo funcional, todos previstos no Código Penal Brasileiro.

Fonte: Bem PR