Carregando...

Alerta!

logo Ratinho Jr quer mudanças na agência que fiscaliza o pedágio - Notícias - AN Notícias Ratinho Jr quer mudanças na agência que fiscaliza o pedágio - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 28 de Março de 2020

SAIBA MAIS

Dia do Revisor e Diagramador - Dia do Revisor e Dia Nacional de Serra Leoa -
10/02/2020 11h31

Ratinho Jr quer mudanças na agência que fiscaliza o pedágioOs contratos com as atuais concessionárias foram assinados em 1997 e se encerram em 2021

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto

O governo Ratinho Junior deve encaminhar nos próximos dias à Assembleia Legislativa (Alep), um projeto de reformulação da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (Agepar), órgão responsável pela fiscalização de concessões, entre elas o pedágio. As mudanças devem ser o primeiro assunto relevante a ser discutida pelos deputados estaduais em 2020, e ocorre às vésperas do fim do atual contrato e da realização de novas licitações para a concessão de rodovias no Estado.

Os contratos com as atuais concessionárias foram assinados em 1997 e se encerram em 2021. Em setembro de 2019, o governo do Estado firmou acordo com o Ministério dos Transportes para a realização de estudos que vão definir a modelagem do novo programa de concessões.

A intenção é licitar 4,1 mil quilômetros, ampliando assim em 1,6 mil quilômetros o total de rodovias pedagiadas no Estado, atingindo mais seis rodovias com a cobrança, incorporando três estradas estaduais: PR-092 (Norte Pioneiro), PR-323 (Noroeste) e PR-280 (Sudoeste) e abrangendo também os trechos paranaenses das BRs 163, 153 e 476.

 

Na semana passada, ao abrir os trabalhos da Assembleia, o governador Carlos Massa Ratinho Júnior (PSD) confirmou que as mudanças na Agepar são uma das prioridades da agenda legislativa do Estado para 2020. “Precisamos de uma agência robusta, que fiscalize a execução dos contratos e garanta um serviço de qualidade e a preço justo para a população”, afirmou. “A ideia é modernizá-la para que ela possa ter independência e não ter mais influência política”, explicou ele ao assinar o acordo com o governo federal no ano passado. “Existem pontos que precisam melhorar muito, como o aumento do poder de fiscalização”, disse o líder do governo na Assembleia, deputado Hussein Bakri.
Fonte: AN Notícias com Bem PR

Galeria de Imagens