Carregando...

Alerta!

logo Avó, bisavô e mãe de criança morta em Porecatu são indiciadas pela polícia - Notícias - AN Notícias Avó, bisavô e mãe de criança morta em Porecatu são indiciadas pela polícia - Notícias - AN Notícias

Apucarana, 27 de Novembro de 2020

SAIBA MAIS

Dia Nacional do Combate ao Câncer - Dia da Infância - Dia de São Máximo e Dia do Técnico de Segurança no Trabalho -
27/05/2019 00h18

Avó, bisavô e mãe de criança morta em Porecatu são indiciadas pela políciaA Polícia Civil concluiu e enviou à Justiça nesta sexta-feira (24) o inquérito policial a respeito que investiga o caso do menino de um ano e sete meses encontrado morto em Porecatu

Diminuir texto Diminuir texto Diminuir texto
A Polícia Civil concluiu e enviou à Justiça nesta sexta-feira (24) o inquérito policial a respeito que investiga o caso do menino de um ano e sete meses encontrado morto na última sexta-feira (17) em Porecatu (região metropolitana de Londrina).

Com o término das diligências, o delegado responsável pelo caso, Elisandro de Souza Correia, indiciou a avó materna, de 39 anos, e bisavô materno da criança, de 69 anos, ambos por homicídio qualificado por meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima. De acordo com a Polícia Civil, o bisavô foi indiciado porque ficou comprovado que frequentava constantemente a residência da vítima e, tendo conhecimento sobre a rotina desregrada, fechou os olhos para a situação.

Já a mãe da criança, uma adolescente de 17 anos, foi representada por ato infracional equiparado a homicídio qualificado.  

Ainda conforme a Polícia Civil, a causa da morte do menino ainda não foi determinada. O inquérito será encaminhado sem o laudo do IML (Instituto Médico-Legal), que ainda aguarda os resultados de exames complementares.

Relembre o caso

O menino estava sob os cuidados da avó quando foi encontrado morto em uma residência de classe média-alta, em meio a lixo e restos de comida em decomposição. A avó foi presa, e segue detida no 3º distrito Policial de Londrina. A mãe do menino estava no Mato Grosso, e o pai não foi identificado no registro de nascimento.
Fonte: AN Notícias com Folha de Londrina